Como é trabalhar como Desenvolvedor Backend, por Eliseu Codinhoto

Esse post é parte de uma série de entrevistas para o Training Center sobre o que um profissional pode dizer sobre sua área de atuação visando mostrar para outras pessoas como é trabalhar no que fazem, esclarecendo para algumas pessoas se elas se dariam bem trabalhando na área ou mesmo só para mostrar para outras pessoas como é trabalhar com isso.

7Masters Golang

Introdução

Sou um desenvolvedor apaixonado por inovação, comunidade e tecnologia.

Nessa vida desde os 12 anos uma coisa que aprendi, é o valor do conhecimento, por isso não passo um dia sem descobrir e compartilhar algo novo.

Por isso, hoje mantenho um canal no youtube sobre golang onde tento retribuir um pouco do que a comunidade me proporcionou.

Como você conheceu a área de Desenvolvedor Backend?

Minha história foi a mais clichê possível rs, comecei hackeando Orkut. E um belo dia enquanto hackeava um "amigo" da escola, meu irmão entrou no quarto e no dia seguinte a escola já sabia do ocorrido e consequentemente minha mãe. :p

Após ficar sem computador e de castigo por um mês, ela (minha mãe) decidiu que seria mais interessante me colocar para estudar informática ao invés de me proibir. Na semana seguinte me matriculei no curso de Web Designer na escola de um amigo da família e foi no último módulo que tive meu primeiro contato com uma linguagem de programação: PHP.

Logo descobri que era isso que eu queria para minha vida, ter o poder de criar coisas incríveis do nada e o melhor: "sem gastar nada".

Terminei o curso e já me candidatei ao curso de técnico em informática para internet na ETEC e ao completar o primeiro semestre já estava inscrito no técnico em informática na mesma ETEC. Nessa época estudava das 7h às 23h e ia e voltava lendo no trem, tinha me desafiado a criar uma rede social (eu avisei que era clichê), ainda tentei conciliar um cursinho e um curso de inglês mas fui vencido por uma pneumonia. :/

Mesmo com esse contratempo terminei os dois técnicos e a escola e até recebi um convite de apresentar meu TCC na feira de tecnologia das ETECs e FATECs.

Nessa época minha carreira começou a se afastar das salas de aulas, até comecei a cursar ADS no IFSP (Instituto Federal de Ciência e Tecnologia de São Paulo) e antes disso tentei fazer mais um técnico (programação de jogos digitais), mas estava cada vez mais envolvido com a comunidade, palestrando e com meu canal no youtube (EuProgramador).

Por que você escolheu ser Desenvolvedor Backend?

O motivo que me fez desejar ser um desenvolvedor foi o poder de criar coisas do nada, poder empreender e fazer tudo que consigo imaginar.

Como foi o seu primeiro trampo?

Meu primeiro emprego foi em uma agência, eu fui o primeiro dev deles, pois estavam começando e isso me deu uma oportunidade incrível de aprendizado.

Basicamente eu trabalhava remoto como Full-Stack na época, desenvolvendo principalmente lojas virtuais.

Me lembro que estava em um churrasco em casa quando recebi a proposta por skype, cogitei não aceitar, sempre fui muito inseguro, e era um grande passo.

Hoje sinto esse mesmo medo toda vez que sou convidado para palestrar, aquela insegurança que te faz pensar se realmente deveria estar ali, essa sensação já me fez recuar algumas vezes, mas nunca me arrependi das vezes que enfrentei esse medo, apenas das que desisti.

Quais são as skills de quem trabalha nesta área?

Quem trabalha como desenvolvedor backend deve estar sempre atualizado e conhecer as melhores tecnologias e linguagens do mercado, assim como um pedreiro não usa apenas o martelo considero um erro focar em uma única linguagem. E acho que isso serve para todas as áreas e para tudo que fazemos em nossas vidas. O maior erro é estar despreparado.

Como exemplo de ferramentas temos:

Go, Node, Python, Docker, GraphQL, MongoDB, Redis, Neo4j, MySQL, Cassandra e por ai vai. :D

Quais são os principais desafios da área?

Provavelmente o principal desafio é se manter atualizado, com o crescente avanço na tecnologia, atuar e trabalhar lidando com ela muitas vezes não é fácil, principalmente se você não gosta de estudar e/ou ler. O estudo diário é extremamente necessário e um grande desafio.

Outro ponto que dificulta a vida de muito dev é o inglês, ele é indispensável na área e te impede de aproveitar uma das maiores vantagens da área, que é a de uma carreira no exterior.

Quais são as principais recompensas da área?

Em geral é uma área muito boa, se ganha bem, acho que em média uns 8 mil reais, o que é bem acima do que a maioria dos salários de trabalhos tradicionais no Brasil, além disso trabalho remoto é algo comum e existe uma comunidade em cada esquina falando das mais diversas ferramentas e tecnologias, apesar de eu achar a galera frontend mais animada e receptiva. - rs

Outra vantagem da área é a grande oferta de empregos e a falta de profissionais altamente qualificados, o que te permite escolher onde trabalhar, inclusive fora do país.

Você pensa em mudar de área?

Não totalmente, mas comecei na programação para criar coisas e esse espírito empreendedor que me guia frequentemente assume o controle, o que me faz pensar em estar voltado mais para isso no futuro.

Por que alguém deveria se tornar um(a) Desenvolvedor(a) Backend?

Pessoalmente, eu entendo que escolher algo para qual irá dedicar uma grande parte ou toda sua vida não é uma tarefa fácil. Por isso devemos escolher algo que nos dê prazer e nos faça feliz. Assim o trabalho se torna mais que obrigação influenciando toda a sua vida.

Sobre isso tenho a dizer que essa carreira te permite disfrutar de uma boa qualidade de vida, além dos ganhos financeiros e te proporciona desafios diários no lugar de coisas rotineiras.

Independente do que escolher para seguir, lembre-se que isso influenciará toda a sua vida, então acima de tudo faça o que você ama.

"Escolha um trabalho que você ame e não terás que trabalhar um único dia em sua vida".

Confúcio


Este foi um post sobre como é trabalhar como Back-End Developer, porém temos também sobre como é trabalhar como Consultor de TI, por André Baltieri, Coordenador de Sistemas, por Jhonathan Souza Soares, Quality Analyst Engineer, por Úrsula Junque, Full-Stack Developer, por Ana Eliza, Front-End Developer, por Fernando Daciuk e muitos outros. Confere lá!

Se você gostou desse post, não esquece de dar um like e compartilhar! :D

Siga o Training Center no Twitter para se manter atualizado(a) sobre nossas novidades: trainingcentr

Entre no nosso Slack para participar das decisões desse projeto e também para ver gifs engraçados!

Conheça nossas iniciativas.

Training Center

Conectamos pessoas que querem aprender algo relacionado a desenvolvimento de software com gente que pode guiá-las.

Eliseu Codinhoto (@zeucxb)

Written by

EuProgramador, @zeucxb, @flutter_sp & Dev #Flutter #Golang #Elixir #NodeJS

Training Center

Conectamos pessoas que querem aprender algo relacionado a desenvolvimento de software com gente que pode guiá-las.

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade