Photo by Artem Beliaikin from Pexels

Os 10 tipos de inovação e a atitude para executar e gerar valor

Bruno Machado
Oct 4, 2020 · 4 min read

Como aplicar os conceitos do The Ten Types of Innovation® framework e gerar valor

Na última semana eu tive a oportunidade de participar de uma aula da turma do MBA Executivo da Fundação Dom Cabral (FDC) como guest speaker. O objetivo era compartilhar a minha experiência a frente de um programa de transformação digital em uma grande organização e debater a respeito.

Além da minha contribuição, a turma contou também com a participação do Flávio Pripas, que além de empreendedor, liderou o Cubo por quatro anos e hoje é investidor de startups no fundo Redpoint eVentures. Ele é um grande sujeito!

Essa combinação permitiu abordar o tema da transformação digital de forma mais ampla, considerando os desafios das grandes empresas e a conexão com o ecossistema de startups. Foi uma bela tarde!

Parecia algo dentro da zona de conforto, não é mesmo? Afinal este é o tema no qual tenho mais investido tempo nos últimos anos e por mais que surgisse uma pergunta mais inesperada, seria possível contornar de alguma forma.

Porém, havia um desafio adicional: a apresentação e a discussão ocorreriam em inglês, pois tratava-se de uma disciplina que era aberta aos alunos estrangeiros de universidades parceiras da FDC.

Diante deste cenário, eu pensei: essa será uma grande oportunidade de dar mais um passo adiante no aprendizado da língua inglesa, seguir para próximo nível e sendo assim, vou aceitar o desafio.

E aí, foi tudo bem?

O resultado foi muito positivo e além disto, tive a oportunidade de conhecer o framework The Ten Types of Innovation — proposto por Larry Keeley — que além de autor do livro sobre o framework é co-fundador da consultoria de inovação estratégica Doblin.

A razão pela qual estou trazendo este tema é por que acredito que este framework pode contribuir com os programas de transformação digital nas grandes empresas, especialmente nos momentos de formulação de hipóteses, construção do roadmap digital e definição de mecanismos de mensuração.

O framework é organizado — conforme a figura a seguir — em três categorias de inovação: configuração, oferta e experiência. Essas por sua vez se desdobram em dez tipos de inovação. Isto ajuda substancialmente no processo de “localização” de sua iniciativa de transformação — algo como um gabarito.

The Ten Types of Innovation framework — https://doblin.com/ten-types

Como dito, um exemplo prático para o uso deste material e também por consequência as táticas apresentadas no framework se dá durante a elaboração do roadmap digital, em que a fundamentação das iniciativas é importante.

O objetivo do uso neste caso é relacionar cada iniciativa proposta a uma das táticas contidas no framework, bem como identificar eventuais gaps no roadmap — dimensões não cobertas e que podem representar vulnerabilidades para o desenvolvimento no futuro.

Para ilustrar este conceito, trouxe um exemplo — representado nesta segunda figura — em que listei uma série de iniciativas pertinentes considerando um cenário em que uma organização toma uma decisão estratégica de passar a atuar como uma plataforma.

Para que ficasse mais real, descrevi os estágios necessários considerando os desafios atuais do negócio atual (fix the basics , brilliant basics, etc.).

Exemplo de Roadmap Digital — Cenário em que uma empresa quer atuar como plataforma

No material acima, coloquei ao lado de cada iniciativa a respectiva tática descrita no framework, tendo este, inclusive, se mostrado um recurso interessante enquanto argumento de convencimento quanto à necessidade de execução.

Fazer este double check cruzando as iniciativas do roadmap digital com as táticas descritas no framework Ten types of Innovation é justamente o exercício que proponho para as lideranças dos programas de transformação digital, como forma de assegurar que as iniciativas estão endereçando as principais oportunidades de inovação.

Gostaria de destacar a importância de estar presente em eventos como este da FDC, que proporcionam oportunidades para falar sobre transformação digital e conhecer outras realidades para este mesmo assunto.

Essa troca é sempre valiosa e pode trazer elementos novos que irão contribuir na superação dos desafios no dia a dia, enquanto um agente de mudança na empresa. Não dá pra querer mudança sem você mudar, não é mesmo?

É com este gancho que trago o tema final deste artigo: a atitude para executar e gerar valor. Este bloco é ainda mais importante do que simplesmente conhecer uma teoria ou ter a capacidade de comunica-la internamente. No final do dia, o que importa mesmo é a execução e o valor gerado através dela.

A execução está muito relacionada com a atitude da liderança, que mesmo diante de inúmeras adversidades, deve seguir adiante, com disciplina. Obviamente que o processo não se dará no ritmo esperado, porém há muito valor em continuar seguindo avançando a despeito de tudo.

Essa é a maior lição até aqui na minha jornada pessoal de transformação e que procurei compartilhar durante as horas que estive com a turma do MBA. Essa também é a abordagem do Larry Keeley — “inovação requer criatividade e disciplina”.

A partir dessa frase do Keeley e como última recomendação neste artigo, deixo o convite para que se desafiem a fazer, recorrentemente, algo novo que represente um passo adiante em sua jornada pessoal de transformação.

A beleza desse processo é que ele irá beneficia-lo ao mesmo tenho que o tornará um profissional cada vez mais disciplinado e capaz de gerar efetivamente valor para as empresas e as pessoas ao seu redor.

Se você gostou do conteúdo e quer saber mais, siga o Instagram da Tríade Digital: @triade.digital

Tríade Digital

Conteúdo sobre estratégia digital, experiência do cliente e eficiência operacional.

Tríade Digital

Transformação Digital na prática — Conhecimento para que transforma.

Bruno Machado

Written by

Empreendedor Digital | Mentor na QUINTESSA — Apaixonado por tecnologia, negócios e inovação.

Tríade Digital

Transformação Digital na prática — Conhecimento para que transforma.