Encontros e desamores

Desamor 1:
Quando eu estava usando um vestido com um decote até o umbigo e falei vem dançar comigo e ele disse eu não danço. Quando alguém com um decote desses te chama para dançar, você dança.

Desamor 2:
Em um bar com uma mesa de pebolim, apostamos que quem perdesse a partida, pagava a próxima rodada de cerveja. Eu ganhei todas e saí de lá bêbada e sem gastar um centavo. Ele me deu um beijo de cinema saindo do bar, mas não encaixou.

Desamor 3:
A gente até que se dava bem, mas em momentos de tensões políticas, não dá para ficar com alguém que defende o Aécio Neves.

Desamor 4:
A gente estava a caminho do cinema quando ele me contou que tinha uma namorada. Eu pedi para ele parar o carro e desci no meio da rua em um lugar desconhecido, porque às vezes é preciso ser drástica. Ele me deixou uma carta na portaria do prédio, eu li e não lembro mais onde guardei.

Desamor 5:
A gente se conheceu numa festa em que ele estava de pijama, entre encontros esporádicos, durou pouco mais de um ano. Tempo de assistir uns shows juntos e ter boas memórias. Foi maravilhoso até não ser mais.

Desamor 6:
Acho que a gente nunca se encontrou quando estava sóbrio. Aquela velha história de pessoas de mundos diferentes que só se juntam para se divertir. Daria para usar Charlie Brown Jr. como trilha sonora. E isso nunca deve ser entendido como uma coisa boa.

Desamor 7:
Ele era completamente indisponível e só aparecia com o rabo entre as pernas quando eu estava prestes a desistir — e ainda me acusava de ser fria. Eventualmente, eu cansei e mandei uma mensagem seja lá o que a gente tem, eu não quero mais. Porque se eu vou aturar ser chamada de millennial, eu posso terminar as coisas pelo celular.

Desamor 8:
Nos conhecemos meio sem querer, aquela coisa de se esbarrar e começar a conversar, e quando eu vi já estava amanhecendo e eu tinha contado minha vida e minhas angústias para ele, que foi compreensivo e me deu conselhos sensatos. No dia seguinte, ele mudou para a Alemanha. Uma semana depois me mandou mensagem perguntando se as coisas já estavam melhorando e caso não, que era para eu ficar tranquila que iam melhorar.

Desamor 9:
Ele achava Beatles mais legal que Rolling Stones.