Chaves Pix: vamos falar sobre elas? Entenda o que são e para o que servem

Gabriel Alves Vasques
Sep 28 · 4 min read

No texto de hoje a gente esclarece todas as suas dúvidas, vem ver!

Image for post
Image for post

Agora que você já sabe o que é o Pix (e, se não sabe, é só ler esse texto aqui ), vou te explicar sobre um dos aspectos mais importantes desse novo meio de realizar e receber pagamentos, as chaves Pix!

Image for post
Image for post
Reprodução/Internet

As chaves de endereçamento, conhecidas apenas como chaves Pix, são como um “apelido” para a sua conta.

Elas existem para deixar suas transações mais rápidas e seguras porque, com elas, não será necessário compartilhar seus dados pessoais e bancários. Basta informar sua chave ao pagador.

Quando o pagador digitar sua chave ou ler o seu QR Code no celular, o sistema irá identificar que aquele “apelido” está vinculado a sua conta e, assim, o pagamento poderá ser finalizado de forma rápida, segura e sem risco de erros de digitação — como é comum em uma TED ou DOC, por exemplo.

Image for post
Image for post
Reprodução/Internet

Quem coordena esse processo de validação é o DICT, o Diretório de Identificação de Contas Transacionais, sob orientação do Banco Central (BC), a entidade do governo responsável pelo Pix.

Quais dados cadastrar como chave Pix?

O BC permite que você use seu CPF, o número do seu celular ou um endereço de e-mail como chave Pix. Porém, cada um desses dados, só poderá ser vinculado a uma única conta bancária.

Além das opções de chave que falei acima, ainda existe a chave aleatória — sequência de números, letras e símbolos gerados aleatoriamente — que permite fazer transações sem compartilhar nenhuma de suas informações pessoais.

Nesse caso, você poderá gerar chaves aleatórias em quantos bancos desejar, sem precisar de Portabilidade.

Seguro né?

Image for post
Image for post
Reprodução/Internet

Como expliquei, a mesma chave nunca poderá estar associada a duas contas diferentes e, por conta disso, foram criados pelo BC os processos de Portabilidade e Reivindicação de Posse.

Portabilidade: poderá ser solicitada para seu CPF, número de celular e e-mail. Esse processo será aplicado para transferir sua chave de um banco para o outro. Ou seja, se seu CPF estiver cadastrado como chave no “Banco A” e você decidir cadastrá-lo como chave “Banco B”, basta realizar a portabilidade.

Para trazer sua chave cadastrada em outro banco para a digioConta, por exemplo, você terá que acessar o aplicativo digio e solicitar a portabilidade. Depois, terá que confirmar essa solicitação no app do outro banco (onde sua chave estará cadastrada). Após essa confirmação, sua chave já será vinculada a sua digioConta e você poderá receber nela suas transações via Pix.

Ainda falando de número de celular e e-mail, para esses casos ainda existe um um processo chamado “Validação de Posse”, uma comprovação simples e eficiente que identifica e confirma quem é o real “dono” naquele celular ou e-mail. Mas fique tranquilo, essa etapa e totalmente digital e rápida feito um foguete.

Image for post
Image for post
Reprodução/Internet

Reivindicação de Posse: poderá ser solicitada apenas para seu e-mail e número de celular. Como o próprio nome diz, esse processo será usado para reivindicar a posse de uma chave. Ou seja, caso você tente cadastrar seu e-mail ou número de celular e o sistema identificar que já estão cadastrados em outra conta bancária com um CPF diferente do seu, o processo de reivindicação poderá ser iniciado.

Nesse processo, será necessário comprovar a posse da chave por meio da validação de um token que será enviado para o celular ou e-mail que está sendo reivindicando. Dessa forma, só a pessoa que possui acesso a eles conseguirá validar e confirmar que é o verdadeiro dono dessa chave.

Image for post
Image for post
Reprodução/Internet

A partir de 5 de outubro — data definida pelo Banco Central — você já poderá cadastrar suas chaves Pix na sua digioConta, acessando o menu Pix que estará disponível na tela inicial do digioApp.

Em breve eu volto com o passo a passo completo ;)

Fique ligado aqui no blog e nas redes sociais do digio para não perder nenhuma novidade.

__

Leia também:

Pix, entenda o que é e como funciona

Pix: tudo o que você precisa saber para se preparar e usar

tudosetransforma

finanças não é um tema chato e todo mundo convive com isso.

Medium is an open platform where 170 million readers come to find insightful and dynamic thinking. Here, expert and undiscovered voices alike dive into the heart of any topic and bring new ideas to the surface. Learn more

Follow the writers, publications, and topics that matter to you, and you’ll see them on your homepage and in your inbox. Explore

If you have a story to tell, knowledge to share, or a perspective to offer — welcome home. It’s easy and free to post your thinking on any topic. Write on Medium

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store