Em Sayanorgorsk, um russo havia acabado de passar por uma cirurgia e certamente ele pensou que finalmente poderia relaxar e tomar uma cerveja. Mas não, o hospital — obviamente — se recusou a oferecer o líquido sagrado para o sujeito.

Resultado? O paciente cervejeiro simplesmente saiu do hospital para o bar mais próximo a fim de encontrar sua cobiçada cerveja. Ao chegar no lugar o atendente se recusou a vender a bebida e chamou a polícia que minutos depois o escoltou de volta para o hospital.
Detalhe: ele teve que enfrentar um frio de -16ºC e foi de roupão e tudo!

O hospital se pronunciou dizendo que irá rever a política de segurança.

Mas se algum dia você estiver num caso assim, reflita e aguarde um pouquinho antes de beber uma gelada:

“Após cirurgias, um dos processos de recuperação diz respeito ao inchaço. Como o álcool alarga os vasos sanguíneos, recuperar o tamanho normal da parte operada se torna mais complicado.”
“Ingerir álcool após uma cirurgia pode modificar o funcionamento de alguns remédios, inutilizando o efeito ou tornando-os tóxicos. Por exemplo: pacientes que ingerem álcool durante a recuperação de alguma cirurgia, dizem sentir mais dor após o procedimento, tendo em vista que o álcool enfraquece o efeitos dos remédios que aliviariam os sintomas.”
“O álcool potencializa a nossa vontade de urinar, com isso, nossa pele desidrata, o que dificulta o processo de cicatrização.”
“As substâncias etílicas tendem a diluir o nosso sangue, ou seja, deixá-lo mais fino. Dessa maneira, a possibilidade de sangramento é maior nos casos de cirurgias.”
Referência: Dr. Alexandre Shwetz

Por maior que seja o amor pela cerveja, não faça como este russo. Sair por aí após uma cirurgia é altamente perigoso.


O post Russo foge do hospital para comprar cerveja apareceu primeiro em Um gole ou mais.

Publicado originalmente no website Um Gole ou Mais!

A single golf clap? Or a long standing ovation?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.