A evolução do modelo 3D do Mario

Sabe aquele Mario do Nintendo 64 que marcou a vida de tanta gente? A modelagem 3D do personagem contava com 752 triângulos.

Parece muito? Pouco? O exterior do Castelo da Peach do mesmo jogo tem 871.

E sabia que o modelo do Mario mudava se a câmera estivesse distante dele? Para economizar no processamento a contagem caía para 208 triângulos e um personagem bem magrelo e quadradão.

Os modelos nem mesmo eram uma coisa só: cada parte do corpo era um poliedro separado que era “grudado” aos outros.

Nesse vídeo bem interessante da série sobre a história do Low-Poly (a “baixa resolução” em 3D), do canal A+Start, o processo de evolução da própria Nintendo na produção de seus jogos é explorado de maneira bem interessante.

O mais legal é entender como o próprio design dos personagens evoluiu, obtendo resultados bem mais eficientes, que aparentam ter mais elementos quando na verdade é uma combinação de texturas mais assertivas e modelagem mais eficiente.

Baita aula.


Originally published at Update or Die!.