Burguer King fez comercial que ativa o seu Google, por voz. Não deu muito certo.

O Google tem um recurso de busca por comando de voz, que pode ser acionado quando o usuário diz “OK Google…”, seguido das palavras que serão usadas na pesquisa.

Por exemplo, você pode pegar seu celular (desde que ele tenha o app do Google com esse recurso ativado, claro) e, sem precisar abrir nada, simplesmente falar “OK Google, who is Neymar?”. E receber o resultado da pesquisa. A qualquer momento. O app fica de ouvido aberto o tempo todo.

Aí o pessoal do Burguer King teve a ideia de colocar um ator falando “OK Google, what is a Whooper Burguer?” em um comercial e assim abrir e ativar a busca das pessoas na marra e fazer com que o aplicativo lesse o primeiro parágrafo sobre o sanduíche Whopper, na Wikipedia.

Veja o comercial de 15 segundos:

O porta-voz do Burguer King explicou que a empresa queria fazer algo divertido, usando as “tecnologias emergentes”, como a dos assistentes de voz.

Realmente, uma iniciativa baseada nos tempos modernos mas que infelizmente se esqueceu de outra regra, dos tempos mais remotos, o “não mexa e nem use as minhas coisas sem a minha autorização”.

Um dos comentários lembrava que “quando alguém assume remotamente o comando do seu celular ou tablet, de propósito, isso é hackear os aparelhos das pessoas”

O “OK Google” não está apenas nos celulares. Ele também funciona nos desktops através do Chrome e no Google Home (uma caixinha que fica de ouvidos abertos na sua casa o tempo todo) e o pessoal começou a ficar bravo com a ativação não autorizada. O próprio Google, que também não foi notificado, não ficou nem um pouco satisfeito.

Veja o comercial disparando o Google Home:

Bom, adivinha o que aconteceu?

A Wikipedia pode ser editada por qualquer pessoa, certo?

Hmmmm, já deu pra sacar, né?

O tal do primeiro parágrafo sobre o “Whooper”, na Wikipedia, começou a ser editado freneticamente, com frases que afirmavam que o Whopper dava câncer porque continha cianeto. E, ocasionalmente, unhas humanas, etc. Você pode conferir o histórico dessas revisões aqui.

Para piorar, no meio desse caos, tinha apenas um sujeito que teimava em arrumar e acrescentar coisas boas sobre o sanduíche, um usuário que assinava como “fermachado123”.

Adivinha qual o nome do “Senior VP for Global Brand Management” do Burguer King? Sim, Fernando Machado.

Se tem uma coisa que as marcas e as agências adoram fazer é tomar posse de novas tecnologias e transformá-las em veículos de propaganda. Aconteceu com cada novo aplicativo social que você tem no seu celular e vai continuar acontecendo. E aí é aquela velha questão, de que no final das contas, tem gente que sabe fazer direito e tem gente que não sabe. Interrupção continua sendo mal vista e a necessidade de recompensação é mais importante e urgente do que nunca. Se você vai interromper alguém e, pior, hackear algum dispositivo, é bom que você tenha uma recompensa imediata e à altura do seu ato. O que, convenhamos, quase nunca acontece.


Originally published at Update or Die!.