Estreia hoje: A Segunda temporada de Master of None

Sim, a Netflix faz uma série mais incrível do que a outra e todas estreiam sem parar. Sim, as parcerias com a Marvel são incríveis; Sense8 é uma das apostas mais legais do formato seriado no momento; Dear White People recebeu bem menos atenção do que deveria; mas a série que melhor representa o espírito do nosso tempo (ou o espírito a que todos aspiramos), é Master of None.

Por mais que eu critique o tempo inteiro a cultura e o tal soft power que descem dos EUA pra cá e lotam nossas salas de cinema e serviços via streaming, algumas séries americanas foram fundamentais e formadoras das gerações globalizadas de 20 a 30 anos dos últimos 15 anos. E curiosamente (ou não) todas eram sobre um grupo de amigos de Nova York.

Sim, eu acho que Master of None é a terceira delas (seguindo Friends e How I Met Your Mother). Parece que roteiristas usam NY como um aquário de exibição para alegorias das angústias de todo mundo que tem bastante contato com a cultura globalizada.

Nossa relação com a tecnologia, com o hype, com a moda, com o consumo, com as causas políticas e sociais, com nossos sonhos… A comédia (as vezes drama) escrita por Aziz Ansari e Alan Young passa por tudo isso.

E hoje é a estreia da segunda temporada, que já parte do gancho super interessante do final da primeira temporada (passou mais de um ano não é spoiler!), que personagens realmente largaram tudo e foram fazer a viagem dos sonhos.

Eu, pelo menos, já sei o que vou fazer no meu final de semana inteiro.


Originally published at Update or Die!.