“Fearless Girl” é transformada em #FearfulGirl

Por um breve período, a estátua de bronze de New York — conhecida como “Fearless Girl” — se transformou em #FearfulGirl para uma ação especial contra a violência por armas de fogo.

A garota, foi vestida com um colete à prova de balas por Manuel e Patricia Oliver, pais de Joaquin Oliver, vítima fatal na Marjory Stoneman Douglas High em mais um daqueles trágicos episódios de tiroteios em colégios norte-americanos. Ambos são fundadores da organização Change the Ref, pela mudança nas regras do armamento.

No Twitter, postaram uma foto da “nova versão” da estátua com a mensagem: “She can´t be fearless if she’s afraid to go to school”.
 
A Change the Ref tornou-se parceira da Fight Gunfire With Fire (fundada no início deste ano por MullenLowe e o The One Club for Creativity), que pede aos estudantes de publicidade, ideias para enfrentar a questão da violência armada.

Estudantes da University do Alabama e estagiários da MullenLowe, Emeline Earman e Mingyu Jo criaram oconceito que deu origem à #FearfulGirl.

O grupo tomou a iniciativa sem saber direito o que aconteceria.

Uma hora depois do colete ter sido colocado na estátua, a polícia chegou ao local e colocou uma fita de advertência ao redor dela. Mas, no fim das contas, o policial ouviu a história e não tomou nenhuma medida legal mais grave.

Agora, a hashtag da campanha já está sendo difundida nas redes sociais — no Instagram o número ainda é pequeno: 58 postagens com a tag até o momento. Mas outros esforços foram chegando, como a participação da produtora Arts & Sciences, que trabalhou na captura de imagens de vídeo. A ideia, daqui pra frente, é ativar mais quatro ou cinco peças até o final de janeiro.

A Fearless Girl é uma escultura de bronze criada por Kristen Visbal e encomendada pela State Street Global Advisors por meio da McCann de New York. A instalação da peça aconteceu no dia 07 de março de 2017, em Bowling Green, no Distrito Financeiro de Manhattan.


Originally published at Update or Die!.