Os bairros mais hipsters do mundo

A palavra hipster vem de “hip”, um adjetivo inglês que se traduz como “descolado”, “inovador”.

No geral, se aceita a ideia de que hipster é aquela pessoa à frente das tendências, que gosta das coisas antes de todo mundo. Os bairros hipsters, geralmente frequentado por esse grupo, têm muitas coisas em comum, como arte de rua, brechós, lojas de arte, cafés e bares.

São lugares bons para andar de bicicleta, com feirinhas de artesanato e gastronomia no final de semana. É o que se vê nesse infográfico criado pelo Cheapflights, que aponta lugares como Pearl District em Portland, Williamsburg em Nova Iorque, Shimokitazawa em Tokyo, e olha só… a Lapa no Rio de Janeiro, e a Vila Madalena em São Paulo.

Confira o infográfico abaixo e clique aqui para saber mais.

info
Show your support

Clapping shows how much you appreciated Wagner Brenner’s story.