Você sabe o que é UX?

Recentemente o termo UX tem sido amplamente discutido e muito tem se falado sobre o assunto. O que muitas pessoas não sabem, é o que de fato este termo significa.

Ninguém melhor para explicar UX do que o cara que criou o termo, bem como toda a ciência que envolve o trabalho de Arquitetura de Experiência do Usuário.

Conheça Donald Norman

Don Norman é professor emérito de ciência cognitiva na Universidade da Califórnia em San Diego e professor de ciência da computação na Universidade Northwestern, mas seus trabalhos de hoje são na maioria na engenharia de usabilidade.

No início da década de 90, quando ainda era Vice-Presidente do Advanced Technology Group da Apple, ele criou o termo UX, pois acreditava que definições como Interface de Usuário e Usabilidade limitavam o entendimento sobre o que o trabalho dele representava. Então, ele renomeou o seu cargo para User Experience Architect Group”.

No vídeo abaixo, o próprio Don Norman disse o que acha sobre como as pessoas tem entendido o termo UX

(fonte https://uxdesign.blog.br/)

UX = USER EXPERIENCE ~ Traduzindo: Experiência do Usuário.

Esse termo já revela um pouco do que essa sigla quer dizer não é mesmo? Mas vamos lá, muitas pessoas confundem UX com DESIGN propriamente dito, ou com etapas da própria UX, mas UX não é só isso! Eu explico:

Dando como exemplo um e-commerce…

quando você desperta o desejo ou percebe a necessidade de consumir um determinado produto e começa a pesquisar por ele, está dando início à jornada de Experiência do Usuário.

Suponhamos que você está procurando por um fone de ouvido e então vai até o Google pesquisar por fones, para saber qual é mais interessante comprar e se adequa mais às suas necessidades — então você se depara com o site de um determinado fone e neste site, você obtém todas as informações que gostaria de ter de maneira fácil, intuitiva e prática e além disso, as informações estão dispostas em formatos que despertam em você o desejo de adquirir aquele produto.

A navegação no site e a encontrabilidade das informações que você procurava, geraram uma Experiência Positiva nesta etapa da jornada de compra. Ponto para o site do fone! Bom, agora você quer comprar o fone e vai para o e-commerce da marca, lá você se depara com outros produtos que podem compor a sua experiência como por exemplo um estojo para guardar o fone, que foi oferecido pra você como uma sugestão de produto similar.

Legal! Você comprou o fone e ocorreu tudo bem até a finalização do pedido, missão cumprida né? Acabou a jornada. ERRADO. A jornada acabou de começar! A Experiência do Usuário não é restrita ao site e muito menos ao ambiente digital.

Quando você faz uma compra em um e-commerce, fica super ansioso pra saber o status da entrega do seu pedido e se o site não lhe envia nenhum e-mail de confirmação, você certamente vai ficar desconfiado que algo deu errado. Além desta confirmação, a forma como ela é feita e o acompanhamento do status, sendo informado a cada etapa, torna a experiência do comprador menos frustrante e mais positiva.

Voltando ao fone! Suponhamos que você tenha sido informado o tempo todo sobre a sua compra e ficou bem satisfeito até o momento e melhor do que isso, o fone chegou rapidinho.

Agora, vamos para mais uma etapa da jornada! Você recebe a caixa em ótimo estado e a embalagem é muito bacana o que proporciona em você mais uma experiência positiva. O fone chegou muito bem embalado, protegido contra danos e ainda para a sua surpresa a loja enviou um cupom de desconto para uma próxima compra. Excelente!

A Experiência do Usuário está perfeita até aqui, agora vamos testar o produto. Então você liga o fone no seu celular, coloca a sua música favorita pra tocar e … o fone não está funcionando. Ops!!

Ponto negativo.. o produto não foi testado antes de sair da loja e todo o esforço que fizeram para que você tivesse uma experiência PERFEITA caiu por água a baixo. Agora, você teve uma experiência Negativa e vai procurar a loja para reclamar — como a equipe de SAC é muito preparada, resolveram o seu problema rapidinho e te surpreenderam mais uma vez, enviando um produto novo rapidamente sem que você tivesse nenhum tipo de custo. Ufa! Apesar do problema e a frustração no meio da jornada, você teve uma excelente experiência com esta loja, deu um review positivo e vai sair por aí indicando ela aos seus amigos e colegas de trabalho.

Viu só? UX é muito mais do que o Design propriamente dito não é mesmo?
Ela também está inserida na construção da embalagem do seu fone, no projeto do próprio produto e até mesmo na experiência que você tem com o software que toca as músicas que vai ouvir no fone. A UX atinge níveis estratégicos, gerenciais e até mesmo de logística das empresas e não só na interface visual do site.

A single golf clap? Or a long standing ovation?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.