Identificando um Nicho e se Tornando um Especialista dentro do Motion Design

Illustração por Raff Marqs: dribbble.com/raffmarqs

O Universo do Motion Design é imenso. Você pode trabalhar em 2D, 3D, frame a frame, com personagem, interfaces, tipografia, para TV, Cinema, Internet… Enfim, chega a beirar o infinito. Para muitos que estão começando (e até para aqueles que já estão á um tempo na área) definir um foco ou um nicho de trabalho parece ser um tarefa quase impossível.

Muitos de nós temos a famosa “síndrome de Super-Homem” que faz com que a gente acredite que somos capaz de fazer tudo — e fazer isso bem. Porém, estamos muito enganados se pensamos assim. Como em toda área profissional — até mesmo fora do design — se você quer ter destaque e trabalhar melhor e com melhores clientes, a solução é encontrar seu nicho de trabalho e focar nisso.

Porque tentar atingir “todo mundo” é uma péssima decisão e desvaloriza o seu trabalho

O grande problema em tentar atingir “todo mundo” é que isso desvaloriza seu trabalho. Por mais que não pareça tão óbvio assim, o famoso “faz tudo” não é visto como nenhum título de nobreza, mas como uma forma de buscar um trabalho normalmente mais rápido e mais barato do que os especialistas.

Quando as pessoas buscam um profissional mais generalista, eles estão muita das vezes vendo isto como um commodity ao invés de um investimento. Ou seja, elas vão naquele que sabe um pouco de tudo pois ele vai conseguir resolver algo rápido e essa pessoa não vai gastar muito. Quando algo se torna um commodity isso significa uma despesa, e como com todas as despesas que possuímos, queremos sempre reduzir gastos. Porém, quando investimos, o pensamento é o contrário. A ideia é que quanto mais dinheiro você investe em algo, maior será seu retorno com isso.

Como definir um nicho afeta como os clientes te vêem

O que define muitos Motion Designer e profissionais de sucesso em seu meio, é o quanto eles são vistos como especialistas naquilo que fazem.

Ser visto como especialista te trás um outro status, te põe numa posição de maior destaque e ao mesmo tempo valoriza seu trabalho.

Isso não é apenas algo conceitual, é comprovado na prática. Basta pensar numa situação aonde um cliente esteja querendo contratar, por exemplo, um Motion Designer para fazer um Explainer Video para ele. Digamos que ele se depara em meio à dois profissionais:

  • Um deles é um Motion Designer que faz tudo e apresenta isso tudo no seu portfolio (tipografia cinética, animação de logo, comercial de TV, Explainer Video, animação de interface, animação de personagem, intro pra canal do Youtube, etc).
  • O outro é especializado apenas em Explainer Video e seu portfolio apresenta trabalhos voltados exatamente para essa área.

A princípio podemos pensar que aquele que tem uma variedade de projetos tem um conhecimento melhor. Porém o bom cliente busca aquele que entenda do que ele está precisando. Se aquele profissional só trabalha com Explainer Video, é evidente que ele terá um conhecimento muito maior do que aquele que faz de tudo um pouco. (Por mais que possa ser o contrário, pelo o fato de um se apresentar como especialista naquilo, entende-se que o conhecimento dele é maior.) Para o cliente que quer investir em sua empresa, ele vai buscar a solução de menor risco — o especialista.

Ainda é possível irmos mais além. O profissional de Explainer Video podia por exemplo ter um foco na área de contabilidade por exemplo. Com isso, qualquer empresa da área que estivesse procurando por um serviço de Explainer Video, estaria mais do que disposta a pagar algumas vezes mais por este profissional que entende exatamente do que eles fazem.

Como identificar seu Nicho

Por mais compreensível que seja o entendimento da importância de se ter um nicho de trabalho se você quer crescer e se destacar, isso pode ser uma das tarefas mais difíceis que existe. A definição de um nicho é um misto de gosto, experiência, e mercado.

Primeiro de tudo você precisa se conhecer e entender o que dentro da área do Motion Design te agrada e o que você tem paixão por fazer — este é um bom começo. Sei que isso vai fazer com você ainda tenha um leque enorme de opções. Aliás, se estamos nesta área é porque nós realmente gostamos do que fazemos.

Além de encontrar algo que você goste, é preciso avaliar a sua experiência naquilo. Eu posso gostar muito de Animação de Logo e também de Animação de Personagem, porém se eu nunca animei um personagem e já possuo anos de experiência desenvolvendo logos animadas, além de outros projetos, vale muito mais a pena focar de início naquilo que sou mais experiente.

Por último, o mercado também diz muita coisa. Não adianta ter o gosto e a experiência de algo, se o mercado te diz o contrário. Tente observar o que tem crescido bastante, para onde que a tecnologia está se movendo, e principalmente, o que os clientes estão solicitando mais frequentemente.

A combinação dos três te dá um nicho bem poderoso onde você pode focar seus conhecimentos, o que você divulga em seu trabalho e também o tipo de clientes com os quais você trabalha.

Focar em algo não significa abandonar todo resto

O maior medo de quem pensa na questão do foco, é que isso vai fazer com que ele tenha que abandonar várias outras coisas que ele também gosta de fazer. Porém, isto não é verdade. O Nicho serve para definir aquilo do qual você fala, divulga e como você se apresenta. Nada impede de buscar outras áreas e experimentar outros nichos quando você já possui um.

O segredo está naquilo que você divulga.

Por mais que você possa não querer, as pessoas irão te rotular. Aquilo que você divulga em seu trabalho e rede social é aquilo pelo qual as pessoas vão ter conhecimento sobre você. Se você só divulga meme na internet, você será conhecido como “o cara do meme”, isso é inevitável. O mesmo acontece com o seu trabalho. Por mais que você possa estar fazendo inúmeras coisas, defina um foco e faça com que o trabalho que você divulga, se relacione com esse foco.

Ninguém melhor do que você para definir sobre o que as pessoas irão comentar a respeito de você.

A oportunidade do UX Motion Design como nicho

Algo que tem crescido muito ultimamente é a área do UX Motion Designer. Muitas empresas de tecnologia tem montado equipes internas de Motion só pra trabalhar em suas interfaces. Novas ferramentas possibilitaram Motion Designers a exportarem seus trabalhos diretamente para a Web e Apps. O aumento diário na quantidade de aplicativos e novas interfaces, acabou criando um novo território de trabalho para os animadores.

O UX Motion Design é relativamente novo, porém é um nicho que vejo muito futuro, principalmente com o avanço da tecnologia. Em poucos anos, veremos um aumento maior de empresas buscando Motion Designer especializados nesta Experiência do Usuário. A melhor maneira de estar à frente nesse meio, é começar desde já a abrir os olhos para as possibilidades de se focar nessa área e de desenvolver um repertório de trabalhos envolvendo UX e Motion.

Observe o seu redor. Observe como as pessoas se comportam. Identifique onde o Motion Design atua e onde ele pode atuar. Busca por essas oportunidades e se torne um especialista naquela área. Está uma das melhores maneiras de se crescer profissionalmente.