Here I go again…

Fico de bobeira fazendo vários nadas, e do nada a imaginação começa a voar. Desde criança me dizem que sou super dotada, mas nunca soube ao certo qual é o meu super dote. Depois desses anos acho que agora eu sei: meu super dote é fazer a imaginação voar. E puta que me pariu, como ela voa… Tá voando como nunca voou na vida! Outro dia ela pousou no centro de Nova Iguaçu: eu no banco do carona, ele dirigindo e nós dois no famigerado engarrafamento da Via Light. Eu falava pra ele o quanto eu tava me sentindo feliz, mas ao mesmo tempo ansiosa e aérea, e isso tudo sem motivo aparente. Ele me olhava um tanto incrédulo, perguntava se eu tinha certeza que essas palpitações e rushes de adrenalina eram mesmo sem motivo. Eu dizia que sim, e ele chegava no meu ouvido e dizia “Então vou te dar um motivo pra isso” e cara, esse beijo…Tinha gosto de Halls de Cereja com Halls Preto e perfeição e vontade de ficar ali pra sempre, voando…

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Vanessa Andrade’s story.