Análise de investimento — vpEventos

Neste post vou analisar a empresa vpEventos, com rodada de investimento disponível na plataforma Broota. Clique aqui para acessar a página da oferta.

Descrição da empresa:

Plataforma online de gestão de eventos.

Descrição da oportunidade:

500 mil eventos são realizados todo ano no Brasil, de todos os portes. O maior desafio dos produtores é conseguir se destacar na internet, ter uma presença online e gerenciar inscrições.

Produto e inovação:

A proposta da vpEventos é fornecer uma plataforma de gestão de eventos, que inclui a criação de um site e aplicativo personalizados, permitindo automatizar tarefas de comunicação, venda de ingressos e gestão de participantes. Frente à concorrência, a vpEventos oferece o mesmo preço para eventos pagos: 10% das vendas, porém com a entrega adicional de uma ferramenta de criação de sites.

O principal diferencial, segundo os fundadores é oferecer uma plataforma que permita, além da gestão de inscrições, a criação um site e aplicativo personalizados de cada evento.

Mercado:

Como concorrentes, temos a líder Sympla, que recebeu no ano passado um aporte de R$13 milhões da Movile e já realizou mais de 100 mil eventos.

A empresa é focada no modelo "do it yourself", que tem dado muito certo e vem crescendo sua força de vendas e marketing.

No mercado mobile temos a mobLee, que possui uma solução mais cara, porém com mais serviço agregado e produto de maior qualidade. A empresa já conta com diversos eventos grandes na carteira, como o RDSummit.

Além disso, existem vários players locais, como a Eventize (RS), e nichados, como a Even3 e Galoá, que focam justamente no segmento de eventos acadêmicos.

Análise da concorrência apresentada pela empresa negligencia players nichados.

O mercado é gigante e bastante atrasado em termos de adoção de tecnologia, por isso acredito que exista espaço para vários players. A vpEventos acredita em um nicho de produtores que querem algo mais completo e personalizado do que já existe, apostando no segmento de eventos acadêmicos e corporativos.

Mas existem concorrentes nesse mesmo segmento, ainda mais especializados, além de players menores regionais que podem ser melhores no atendimento. E os produtores mais exigentes de eventos maiores, que não querem usar soluções self-service, têm orçamento para contratar um projeto personalizado de uma agência ou produtora digital, que vão entregar uma solução de maior qualidade.

Time:

O time tem experiência empreendedora mas falta diversidade e experiência relevante no setor. Todos os fundadores são cientistas da computação formados na USP e claramente falta na equipe alguém com expertise em marketing e design.

Foram acelerados pelo programa Seed-MG em 2016, programa que possivelmente apoiou os fundadores com treinamento em negócios e vendas, mas não sei se é o suficiente.

Tração:

A empresa diz focar no segmento de eventos acadêmicos, corporativos e cursos. A empresa tem uma tração significativa, tendo realizado quase 1800 eventos desde o início de suas operações.

Evolução do faturamento da empresa nos últimos três anos.

Em 2016, realizou 338 eventos pagos e a média de faturamento ficou na casa dos R$10 mil/mês, tendo começado a gerar lucro nos últimos meses do ano.

Preocupa um pouco que a empresa foi fundada em 2014 e demorou para realmente engrenar.

Estratégia de crescimento:

A principal destinação do aporte é para marketing e vendas, focada na contratação de profissionais de inside sales, além da realização de anúncios e de uma estratégia de conteúdo.

Não está claro como a empresa vai vencer em uma estratégia de conteúdo, e bater a força da Sympla que possui um blog bastante ativo. Falta um foco em termos de um segmento de clientes que mostre que as estratégias apresentadas serão convertidas em vendas.

O mercado é gigante, então existe espaço para muitos players, mas não foi apresentada uma estratégia que me faça acreditar que a empresa tenha capacidade de criar um monopólio em nenhum segmento capaz de gerar um negócio investível.

Cap table (antes da oferta):

Fundadores — 100%

Proposta de investimento:

Captação de R$300 mil com um valuation de R$1,6 milhão, o que representa uma participação de 15,79%. Esta é a primeira rodada de investimentos que a empresa irá receber. A empresa já recebeu um aporte de subvenção de R$44 mil do programa Seed-MG.

Pontos a favor:

  • Valuation favorável em comparação com o faturamento
  • Capacidade da equipe de construir um negócio sem nenhum investimento externo até então
  • Empresa já conseguiu gerar lucro em 2016, o que mostra uma boa capacidade de geração de caixa. Poderia haver uma estratégia focada em lucratividade que pudesse gerar retorno rápido aos investidores.

Pontos contra:

  • Não ficam claros os diferenciais do produto frente à concorrência.
  • O time possui pouca experiência e conhecimento com marketing e vendas
  • A empresa, na minha análise, não está bem posicionada no mercado. Não possui uma ferramenta realmente focada para produtores de eventos acadêmicos e nem possui uma solução capaz de atender os produtores mais exigentes em termos de design e usabilidade, o que torna a capacidade de crescimento limitada.

Veredito:

Não vou investir. Decidi não investir em especial pela falta de barreiras de entrada e diferenciais apresentados pela empresa.

Para ter acesso aos documentos da oferta acesse a página do Broota.

Clique aqui para receber os novos artigos por e-mail.

Disclosure: a análise apresentada têm como único propósito fomentar o debate com a comunidade interessada em investimentos de risco em novos negócios e não é uma recomendação de investimento. Os leitores devem, portanto, desenvolver as próprias análises e estratégias.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.