O que vem por aí no Android P: novas funcionalidades no OS da Google

No dia 7 de março, a empresa Google revelou o primeiro Developer Preview do Android P e, com ele, novidades para desenvolvedores e usuários do sistema Android. A primeira versão do novo Android foi disponibilizada para que desenvolvedores conheçam e testem suas novas funcionalidades. O nome do Android P ainda não foi revelado.

A seguir, algumas funcionalidades e melhorias que foram reveladas nesse Preview:
 
 — Posicionamento interno usando Wi-Fi RTT

O Android P passa a suportar o protocolo Wi-Fi IEEE 802.11mc, que, sem dúvida, torna mais fácil o uso do posicionamento dentro de locais fechados por apps.

Exemplo utilizando a funcionalidade em um shopping.

A tecnologia RTT mede a distância de um ponto de Wi-Fi a outro, desde que os aparelhos de Wi-Fi suportem RTT. A medição do posicionamento será bem precisa, com uma margem de erro entre 1 e 2 metros, quando houver 3 ou mais APs (Access Points). O usuário deverá permitir o posicionamento, aceitando a permissão de localização do aplicativo.

Essa funcionalidade trará inúmeros benefícios. Com o grande aumento de aplicativos de IoT (Internet of Things), surgiram muitas funcionalidades para automatização de ambientes fechados. Por exemplo, um usuário pode acender a luz de seu cômodo apertando um botão em um aplicativo. A precisão do posicionamento interior passa a ser significativa nesse cenário, pois possibilita que usuários façam perguntas e acionem comandos de voz como: “Quais são as ofertas dessa loja?” ou “Ligue o ar-condicionado desse cômodo”.

Melhorias nas notificações

O Android P introduz várias melhorias ao serviço de notificação, especialmente no sistema de mensagens.

No Android 7 (Nougat), foi introduzida a possibilidade do usuário responder a uma mensagem pelo sistema de notificação. No Android P, esse sistema terá algumas adições bem significativas. Algumas delas são:

  1. A possibilidade de visualização de imagens pelo sistema de notificação. Uma mensagem cujo conteúdo é uma imagem será exibida da seguinte forma:
Visualização de imagens nas notificações

2. O sistema de resposta imediata também passa a contar com o rascunho. Essa funcionalidade possibilita que um usuário que fechou uma caixa do diálogo acidentalmente não perca o que já tinha sido escrito. Também foi disponibilizada aos desenvolvedores dos aplicativos Android uma forma de fazer seus aplicativos interagirem com o sistema de respostas e rascunhos da nova versão;

3. A identificação de participantes de uma conversa em grupo, mostrando seus avatares;

4. A identificação de conversas em grupo e individuais. Desenvolvedores também terão acesso a meios de implementar essa funcionalidade em seus próprios apps;

5. Melhorias nos canais para notificações de conversas, separando notificações de grupos e pessoais. Além disso, é possível bloquear grupos específicos, desabilitando suas notificações. Também foram incluídas melhorias para que desenvolvedores lidem com as intents que serão usadas para o broadcast desse bloqueio;

6. O sistema de mensagens receberá o SmartReply, funcionalidade que sugere respostas rápidas. Assim, usuários podem agilizar o seu dia-a-dia, pois não precisam digitar a resposta completa, apenas selecionar uma das possibilidades sugeridas pelo sistema:

Sugestões de reposta pelo SmartReply

Suporte a Multi-camera

No Android P será possível acessar o feed de duas ou mais câmeras físicas ao mesmo tempo. Dessa forma, um leque enorme de possibilidades é aberto para que novos aplicativos tragam inovações ao ramo de imagens. Também há a adição de algumas melhorias, como o Session parameters, que ajuda a reduzir o intervalo da captura inicial da câmera, e o suporte de câmeras USB/UVC, aparelhos que transmitem imagens em tempo real para o smartphone.

Suporte a display com cutout

Após o lançamento do iPhone X, alguns smartphones começaram a adotar o display edge-to-edge. Nele, a parte frontal do smartphone é coberta inteiramente pela tela, com apenas um recorte, usado para o dispositivo de câmera e sensores. Pensando nisso, o Android P se preparou para competir e anunciou o suporte a display com cutout.

Smartphone com o cutout

Animações

Agora será mais fácil para desenvolvedores utilizarem imagens animadas (GIF e WebP) em seus apps. O Android P traz uma otimização na classe AnimatedImageDrawable, processando essas imagens fora da tela de interface, de forma que as aplicações fluem melhor, sem congelar ou travar.

Rotação de tela

Algumas novidades nessa área também foram anunciadas para usuários que enfrentavam problemas com rotações indesejadas ou não requisitadas. O modo que fixa a tela contará também com um botão no system bar, para quando o usuário quiser rotacionar a tela manualmente. A Google também anunciou que o impacto dessa nova funcionalidade nos aplicativos já publicados será mínimo, a não ser que o aplicativo utilize da rotação como sua principal funcionalidade.

Outras novidades

1. Novo decodificador de imagens para bitmap e drawables;

2. Várias adições de acessibilidade para os usuários;

3. Meios que facilitam a navegação de uma tela a outra;

4. Otimização na gestão da bateria;

5. Apps que ficam ativos em segundo plano têm seu acesso à câmera e ao microfone restringido;

6. Nova interface para aplicativos que desejam usar a impressão digital, facilitando a sua captura. Também inclui novas melhorias em segurança;

7. Suporte de mais codecs de video e imagens.

8. Otimização na utilização de dados de navegação;

9. Melhorias no auto preenchimento de formulários dentro de aplicativos.

O que está por vir

Todas as novidades anunciadas foram apresentadas em um preview da Google, de forma que novas adições futuras são possíveis. Assim, vamos ficar de olho no próximo evento da Google I/O, em maio. Nesse evento serão anunciadas mais novidades sobre o Android P e, possivelmente, o lançamento de uma versão Beta. Se você é desenvolvedor, a Google já providenciou uma boa documentação das muitas funcionalidades que foram descritas nesse artigo, incluindo exemplos de implementação.