Discurso da Sessão Ordinária do dia 02 de maio de 2017

Bom dia!

Hoje eu quero usar esta Tribuna para deixar uma reflexão bíblica que tocou o meu coração e decidi compartilhar com vocês.

Na época de Neemias, os muros de Jerusalém estavam completamente destruídos e a cidade não tinha mais nada, a não ser um monte de pedras sobre pedras. E a igreja estava totalmente afastada dos caminhos do Senhor, sem nenhuma pessoa firme para testemunhar do Deus vivo. Que situação terrível… A opressão ao redor de Israel era tão grande que todos aqueles que queriam reconstruir suas vidas, eram zombados e desestimulados a trabalhar.

E o que Deus fez para acabar com tanta destruição, humilhação e falta de esperança daquele povo?

Será que Ele enviou um exército de homens fortes e valentes para ajudá-los? Não!

Deus levantou apenas um homem: Neemias.

Mas afinal, quem era esse homem?

Neemias era uma pessoa comum, que servia como copeiro do rei da Pérsia, no meio de pessoas ímpias, que ignoravam a Palavra de Deus. Mas ele não se contaminou com a maldade que estava ao seu redor.

Quando ouviu falar que Jerusalém estava destruída, ele ficou extremamente triste e sem forças para fazer qualquer coisa. Mas esse fardo pesado que entrou no seu coração, fez com que ele passasse a maior parte do tempo orando, jejuando e chorando. Ele estudou a Palavra de Deus com intensidade, sempre buscando entender o porquê de tudo aquilo ter acontecido. Até que, no tempo certo, Deus lhe abriu uma porta, de forma sobrenatural, para que ele fosse ajudar o seu povo a reconstruir os muros destruídos.

Logo que Neemias encontrou-se com os sobreviventes daquela tragédia, ele começou a pregar e dizer o que Deus havia colocado em seu coração. As pessoas começaram então a se arrepender e um avivamento começou a despertá-las para a santidade.

Trazendo para os dias hoje, ressalto a importância de estamos sentados nestas cadeiras como vereadores. Nós fomos escolhidos pelo povo para fazermos a diferença e para honrá-los com confiança.

As pessoas estão desacreditadas, desanimadas, perderam a esperança. Podemos perceber pelos jornais e telejornais que a política do nosso país está manchada pela corrupção, pela desonestidade e falta de ética.

Nós, enquanto representantes eleitos pelo povo, não podemos nos deixar escarnecer pela prática de atos ilícitos ou nos sentir acuados por aqueles que praticam o mal.

Deus nos escolheu para estarmos aqui e fazermos o que é correto aos olhos dos homens e aos olhos de Deus.

Nós somos os Neemias do nosso tempo. Temos a responsabilidade de reerguermos os muros da nossa cidade e da nossa política que precisa de constante transformação. Todos os dias.

Mas isto só é possível se tomarmos uma posição autoridade.

Mas aonde Neemias conseguiu tanta autoridade para fazer pessoas sem compromisso tremerem de medo da condenação e voltarem a priorizar as coisas corretas?

Será que ele aprendeu isso com o rei da Pérsia, seu antigo patrão?

Ele aprendeu com algum líder da igreja ou da política? Não!

Neemias recebeu essa autoridade e ousadia, de joelhos, orando e pedindo para conhecer o coração de Deus. Ele não sabia o que fazer, a não ser depender totalmente da misericórdia de Deus.

Neemias 1:8–9 diz: “Se vocês forem infiéis, eu os espalharei entre as nações, mas, se voltarem para mim, e obedecerem aos meus mandamentos e os puserem em prática, mesmo que vocês estejam espalhados pelos lugares mais distantes debaixo do céu, de lá eu os reunirei e os trarei para o lugar que escolhi para estabelecer o meu nome”.

Precisamos tomar posição diante do nosso povo. Para que o Brasil mude, precisamos começar de nós.

Obrigada!

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.