Critica: Os Oito Odiados.

Os Oito Odiados (The Hateful Eight) inaugurou 2016 com uma voadora de dois pés nas costas. É incrível a forma como um filme longo quando bem trabalhado consegue passar voando pelos seus olhos, foram mais de três horas sentado numa poltrona de cinema vendo uma história que no fim, pareceu ter passado rápido demais.

A violência está presente, mas apenas no último ato, dando um ar quase de leveza para os padrões de Tarantino. Os diálogos intensos são o fio condutor de uma história que, durante suas longas três horas de duração, se passa basicamente em apenas um único cenário, dando ares quase teatrais para o filme. Por fim, a trilha sonora abençoada é um personagem à parte que apenas aumenta a imersão na história desses Oito Peões de Tarantino.

Os Oito Odiados é um suspense de quebra-cabeça em que cada peça vai sendo colocada gradativamente para apenas no capitulo final o plot ter seu panorama completo e um encerramento totalmente imprevisível. Para mim é um filme completo, com um elenco a altura de uma história completamente competente sendo temperado com uma trilha maravilhosa.

NOTA: 10

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Nicolas Santos’s story.