ação e reação e reação

O professor prepara a aula. Os alunos não correspondem. O professor desanima. As aulas ficam piores. Os alunos correspondem menos ainda. O ciclo vicioso se inicia.

O professor ministra a aula usando o quadro branco. Os alunos não copiam nada, nem tomam nota. O professor reduz as anotações feitas. Ou opta pelo PowerPoint.

Os alunos pedem listas de exercícios. O professor elabora. Os alunos não fazem as listas de exercícios. O professor para de elaborar listas.

O professor seleciona diferentes bibliografias. O aluno não lê nenhuma. O professor adota só o livro padrão.

Os alunos não participam das aulas. O professor fica desmotivado, deixa de incentivar perguntas e debates e a aula fica monótona.

Os alunos se saem mal na prova. O professor desanima e não sabe se é culpa dele ou da falta de estudo dos alunos. O professor tenta mudar. Os alunos também precisam cooperar.

O professor chega atrasado. O aluno chega atrasado.

O aluno chega atrasado. O professor precisa correr com a matéria.

O professor é aberto a críticas. O aluno abusa e pede coisas sem sentido. O professor se fecha.

O aluno vai preparado para a aula, com o material lido e algumas perguntas sobre a matéria. O professor percebe o interesse. O professor prepara as aulas com mais empolgação e empenho.

O aluno tenta resolver as listas de exercícios e procura o monitor e o professor para tirar dúvidas. O professor ajuda. O professor elabora mais listas. O professor enfatiza os pontos que geraram mais dúvida, em sala de aula.

O aluno participa das aulas e dos debates. O professor vê a possibilidade de preparar aulas mais dinâmicas.

Quebrar o ciclo é um processo que envolve as duas partes.