Entrevista com um Vizir — Leonardo Cardoso

Durante algum tempo publicávamos no blog da Vizir entrevista com cada novo funcionário que entrava na Vizir. Com o tempo, foi entrando mais gente e acabamos não fazendo mais, outras não achavam tão legal… no fim, paramos de fazer.

Mas a entrevista tinha alguns fãs, que pediram por novos capítulos e principalmente para serem entrevistados. Foi com lágrima nos olhos que Leonardo pedia: "Poxa, por que eu não posso ter uma entrevista?".

Então para atender a demanda deste programador gente fina e parte importante do time Ticket da Vizir, publicamos a sua entrevista para atender o seu pedido.

Passe seus dados Qual seu nome e idade?

R. Meu nome é Leonardo Cardoso de Almeida e tenho 20 anos.

Como te chamam na Vizir? E fora da empresa (por favor só adjetivos publicáveis)?

R. Me chamam de Léo, Leozzito, Leléo, batedor (não pergunte o porquê).

Onde você estuda? Ou já estudou?

R. Sou mais um funcionário de origem Fatecana. Faço ADS na Fatec SP. Anteriormente, passei toda a minha vida em um colégio da zona norte de São Paulo, chamado Padre Moye.

O que te levou a programar?

R. Eu sou um programador com origem no Design. Quando era mais jovem, participava de fóruns da Internet e confeccionava userbars/assinaturas para os usuários em Flash. Assim parti pra programação Web, de onde nunca mais saí.

Quando você não está trabalhando o que gosta mais de fazer?

R. Eu amo Futebol. Quando tenho oportunidade, jogo com os meus amigos. Quando não dá, assisto na TV. Se não é dia de jogo, ligo o meu vídeo game e parto para o FIFA. Sou frequentador assíduo da Arena Corinthians também.

Um filme que você gosta…

R. Gosto muito de 2 filmes em especial. Um deles é Memento (Amnésia) e o outro é Fight Club (Clube da Luta). Quem nunca viu, não pode ficar sem vê-los.

Qual o último livro que você leu? E o livro que você mais gosta?

R. Não sou um cara que gosta muito de ler. O último livro que li
foi Joyland, do Stephen King. Já o livro que mais gostei de ler foi O Cemitério, do próprio Stephen.

Qual o estilo de música preferido? Qual a banda ou cantor(a) preferido?

R. Gosto muito de música eletrônica e rock/metal alternativo. Mas também tem o sertanejo, o funk, o rap, etc. Minha banda preferida é a Avenged Sevenfold.

Você gosta muito do Corinthians, sempre que dá vai no jogo e tem muitas camisetas do Corinthians,
quantas você tem?

R. A gente tenta ir no jogo quando dá, pois não é barato. Já em relação as camisas, são bastantes em, rsrsrsrs, umas 20 mais ou menos.

O que mais você gostou do projeto da Ticket que você entrou?

R. O projeto da Ticket é bem legal, pois suportamos uma atividade muito importante pro negócio deles. Esse projeto possui dois diferenciais: O primeiro, é a visão de arquitetura que ele proporciona e o segundo é a equipe, que é muito bem-humorada, proporciona um ambiente divertidíssimo e trabalha muito bem.

Agora é sua hora, fale abertamente o que acha do Tiago, ele é muito chato?

R. O Tiago é um cara 99% muito chato, mas chato no bom sentido. Muito exigente com qualidade, ele é um dos principais responsáveis pelo sucesso do nosso projeto da Ticket. Já tomei bastante puxão de orelha dele, mas o bom é que vamos aprendendo rsrsrsrs. Já aquele 1% … é um cara amigo, um bom líder e um cara que você pode contar sempre que precisar.

O que você acha que trouxe de bom para o time da Vizir? No que você acha que se sai melhor?

R. Para a Vizir, trouxe de bom os meus conhecimentos em Front-end, que junto aos conhecimentos dos meus outros colegas de função, preencheram um gap que a empresa possuia. Já o ponto em que eu me saio melhor é o aprendizado, já que tenho facilidade em me adaptar com tecnologias e metodologias novas.

O que mais te atraiu para vir trabalhar na empresa?

R. Com certeza, foi o ambiente que eu vi quando vim fazer a entrevista. Todos são muito amigos e é totalmente de qualquer ambiente que já passei. Fiquei muito feliz em fazer parte dessa família.

No que você acha que a Vizir ainda pode melhorar?

R. É muito difícil achar pontos negativos em um lugar que você está 100%. Acho que poderíamos saber melhor como está o andamento de cada projeto ao longo do ano, pra saber se a imagem empresa está legal. É um ponto a ser trabalhado.

E o que tem achado da Vizir até agora? Tem curtido esta galera?

R. Só tem gente maluca aqui! Muita gente engraçada, jovem e o principal: Obcecada por tecnologia. A Vizir é uma fábrica de talentos, tem muita gente boa e diferenciada.

Um vídeo do You Tube que você gosta

Pracabá — Cauê Moura

https://www.youtube.com/watch?v=y-BxzrPWGoU

Uma música que você não gosta mas sabe a letra

Friday — Rebecca Black

https://www.youtube.com/watch?v=kfVsfOSbJY0

Show your support

Clapping shows how much you appreciated André Pantalião’s story.