Despensa e Desperdício — por Juliana Luna

Eu viajo demais. Atualmente estou me mudando pra SP, deixando minha cidade natal, o RJ. Com a vida acelerada que levo, é difícil manter uma rotina. Me dou conta de que compro as coisas e elas acabam por estragar na minha despensa, o que me entristece demais. Eu detesto desperdício.

Cresci numa casa com 4 crianças e todos nós comíamos muito. Minha mãe não deixava estragar as coisas até porque não dava tempo! rs… Fora isso, eu sou a primeira geração da minha família por parte de mãe que não sabe o que é “passar fome”. Cresci com esse fantasma na minha casa. Escutando histórias de como tinha dias que só tinha farinha e açúcar em casa e minha avó fazia um mingau desses dois ingredientes pra alimentar a família. Uma vez meu tio teve dor de barriga por que não tinha comida em casa., era verão no RJ e fazia muito calor. Ele subiu no pé de manga pra pegar algumas pra comer. Elas estavam muito quentes do sol, mas a fome era tanta, que ele comeu as mangas pelando mesmo e acabou passando mal depois.

Esse era o tipo de história que se ouvia em casa. Jogar comida fora é considerado pecado na nossa família.

O problema é que eu não estava conseguindo achar uma solução para o desperdício das coisas e fui consultar o oráculo que quase tudo sabe: a internet. Comecei a pesquisar e descobri um conceito super legal chamado “Zero Waste”. Onde todo o lifestyle de pessoas que estão tentando adotar atitudes mais conscientes, gira em torno do Desperdício Zero, o que acaba transformando a relação que foi criada com o consumo, em algo mais positivo e com mais coerência.

Vi que dentro do universo que é o Zero Waste (zero desperdício), tem uma sessão dedicada para as despensas de comida no mundo! Chama-se: Zero Waste Pantry (Despensa sem desperdício).

Genial! rs… Lá fui eu ler o porquê desse conceito e como ele funciona… somente para descobrir várias coisas legais que quero compartilhar aqui com vocês. Espero que seja útil. Eu adorei demais e estou adotando pra vida!

1- CONTATO VISUAL

As comidas que compramos vem em caixas/plásticos e embalagens que não nos permitem visualizar a quantidade de produto restante. Embalagens essas que facilitam que aquilo fique “escondido” da nossa visão, portanto “esquecido” no limbo das coisas que compramos.

2- QUANTO RESTA?

Normalmente somos reféns das quantidades “mínimas”. Tipo: quero fazer um bolo. Preciso de1

xícara de farinha integral, e só.

Mas o que fazer quando vou no mercado e só vendem pacotes de 1kg desse ingrediente?

A despensa bagunçada atesta que acabamos comprando algo que não vamos usar novamente, ou simplesmente vai ficar esquecido no armário até perder a validade ou ser comido por aqueles bichinhos que comem grãos! Uh…pior coisa!

3- ECONOMIA ÀS ANTIGAS

Quem não gosta de economizar nesta vida? Quer coisa pior do que ter que “jogar dinheiro fora”? Pois é. A grande sacada deste conceito é que pra ter uma despensa organizada e sem desperdícios, devemos comprar a granel, como antigamente! Assim compramos somente o necessário e evitamos jogar no lixo nosso rico dinheirinho!

4- VEJA E CREIA

Colocar a comida em vidros transparentes, além de guardar o alimento com mais segurança (vide: bichinhos que comem grãos), nos ajuda a lembrar que aquilo existe, que está disponível e que deve ser usado. Assim temos uma melhor ideia das quantidades e textura dos grãos. E o legal é que dá pra reutilizar os potes de molho de tomate, ervilhas, compotas… Fica visualmente muito mais agradável e evita que as coisas estraguem sem a gente perceber! é só colocar um adesivo com o nome dos temperos, a validade junto e tudo se resolve em 3..2..1!

5-ADEUS EMBALAGENS MIL

Eu detesto ter que jogar 3 caixas, 2 plásticos e um adesivo que estão embrulhando aquele pequeno pedaço de qualquer coisa que comprei. Juro, sempre me pergunto: Pra Quê?! Menos embalagens significa menos lixo, o que ajuda muito o planeta a se manter maravilhoso. Né não?

6- GENTE COERENTE

Faz sentido estar mais atenta a estas questões por que como tenho falado em textos anteriores, estamos tentando construir um mundo melhor através das nossas atitudes. Conceitos como este nos ajudam a entender que podemos ser mais estratégicos e simplificar a nossa vida sem perder a qualidade! Espero que a gente consiga ter um olhar mais sensível a estas questões, afinal só depende da gente construir um lugar melhor. ❤