Eamam: O Aventureiro Novato — Rodney Venancio (Review)

Fantasia e aventura temperada com grandes doses de humor e ironia. Conheça a história do mais improvável heroi da cidade de Fluxo.

Por Danilo Pessôa

“Eamam: O Aventureiro Novato” bebe na fonte das clássicas histórias fantásticas, com magia, gnomos e guerreiros. Apesar dos elementos fantásticos tradicionais, o capítulo inicial do livro foge dos clichês ao apresentar-nos Eric, um fracassado e franzino dono de uma taverna. Sua vida muda após um senhor de idade avançada bater em sua porta, entregando-lhe uma encomenda e convidando-o para uma aventura. Eric, nosso improvável heroi, tem agora uma espada e o que, aparentemente, é um livro de magia. Seria perfeito, se ele ao menos soubesse como usá-los.

Capa de Eamam: O Aventureiro Novato

O que deve continuar

O ponto alto da história é o clima descontraído irônico que nos é apresentado desde o início. Indo contra os clichês de enredos inspirados nos clássicos RPG de mesa, Eric é um herói fraco, estúpido e medroso. Por conta disso, a curva de aprendizado do personagem, um dos conceitos mais importantes a se levar em conta na criação de uma história, tem muito a ser desenvolvida. Além disso, sua fragilidade aproxima o leitor, fazendo-nos torcer por ele.

Outro ponto positivo é que, apesar de ser um universo diferente do nosso, ele aborda também a respeito de um tema que é muito caro aos brasileiros: a corrupção.

O que poderia mudar

O cartão de visitas do livro, composto basicamente por sinopse e capa, precisam ser urgentemente criados ou retrabalhados. O próprio escritor diz na sinopse que a capa está sendo desenvolvida, mas até mesmo a capa provisória precisaria de uma mudança. As letras escuras da capa somem no fundo preto. Além disso, é preciso definir o nome exato da obras: a palavra Eamam entra ou não no título? A sinopse, apesar de já possuir aquele tom de humor do livro, poderia detalhar melhor o conflito do personagem.

Outra melhoria possível é na pontuação do texto. Pode-se adicionar ponto final em várias sentenças, ao invés de vírgulas sucessivas. O ponto final dá mais fluidez ao texto e permite ao leitor respirar.

Conclusão

Com um conteúdo e um enredo interessante, é preciso um capricho maior com os elementos que eu chamo de cartão de visitas. Sinopse e capa são os elementos que atraem primeiro o leitor. Com essas melhorias e com seu humor, “Eamam: O Aventureiro Novato” atrairá muitos leitores.

Dica

Na sinopse, você diz que “tudo ainda está em revisão e pode mudar”. Essa é uma informação que também pode afastar o leitor, pois o que li ontem pode ser totalmente modificado amanhã. Ainda que os escritores tenham liberdade para alterar suas histórias, assim que publicado é bom ter 90% de certeza de que o caminho é aquele. De qualquer forma, eu deletaria essa frase e escreveria o roteiro completo da história para não acontecer graves mudanças no meio do caminho.

Este review, assim como todos os outros postados no WattReaders, se baseia na análise em primeira vista da história, que engloba: capa, sinopse, prefácio (quando disponível) e primeiro capítulo.