O boom do ciclismo já é realidade: por que os carros ganham quando as cidades se adaptam

Waze
Waze
Oct 18 · 4 min read

Todos se beneficiam quando as bicicletas têm maneiras melhores de se locomover

O lugar onde você mora provavelmente influencia o que você pensa sobre os ciclistas. Em Copenhague, na Dinamarca, por exemplo, nenhum ciclista se sente deslocado: as bicicletas superam o número de pessoas, e mais de 60% dos moradores se deslocam dessa forma.

Já, na cultura dos EUA, focada em carros, você pode acabar sendo um dos poucos ciclistas em sua cidade. Embora seja improvável que grande parte das cidades sigam o exemplo de Copenhague da noite para o dia, o número de ciclistas continua subindo no mundo todo. Nos EUA, 10% dos adultos mudaram seus hábitos relacionados ao ciclismo em 2020, dizendo andar de bicicleta pela primeira vez ou ter pedalado mais no período. Desde o início da pandemia, as vendas de bicicletas aumentaram, levando a uma escassez global e reacendendo o debate sobre quem é o dono da rua.

Claro, não é um tudo ou nada. Há espaço para que todos possam coexistir de forma pacífica e respeitosa. “Todo mundo tem paz nas vias quando todos têm um espaço dela”, diz Sara Studdard, diretora de inovação local da People For Bikes, um grupo de defesa do uso de bicicletas.

Bicicletas precisam do mesmo tipo de infraestrutura que os carros

Studdard trabalha com comunidades nos EUA para defender “redes de bicicletas completas”: ciclovias conectadas que fornecem aos ciclistas uma rota direta de A até B, assim como estradas e ruas fazem para os carros.

“Quando olhamos para o mapa de uma cidade, as vias estão conectadas e levam você aonde você deseja”, diz Studdard. “Aí você pega o mapa da rede de bicicletas e parece que jogou espaguete na parede.”

“Estruturas completas para bicicletas” beneficiam a todos

Os ciclistas não devem estar sozinhos na luta por melhores redes de bicicletas; os motoristas também devem estar a bordo. Melhor infraestrutura de transporte reduz o congestionamento, o que beneficia a todos. Studdard cita Sevilha, na Espanha, como um excelente exemplo disso. Há alguns anos, Sevilha adicionou uma estrutura completa para bicicletas à sua área central e viu resultados quase da noite para o dia.

“Vimos uma redução nas viagens individuais de carro e um aumento de dez vezes no número de pessoas que andam de bicicleta diariamente”, diz Studdard. Além disso, quando os motoristas e ciclistas sabem exatamente aonde ir, há muito menos confusão — o que significa menos acidentes, conflitos e atrasos.

“Acho que existe essa narrativa de motorista de carro versus ciclista”, diz Studdard. “Mas, na nossa pesquisa, descobrimos que um motorista não quer se sentir nervoso, com medo ou inseguro sobre onde deveria estar e onde o ciclista está. E o mesmo é verdade para quem está andando de bicicleta”, completa.

Benefício compartilhado significa responsabilidade compartilhada

O conselho de Studdard é defender as soluções de transporte que você deseja ver em sua comunidade. Ela recomenda escrever para o seu prefeito ou se engajar nas redes sociais para ajudar a mostrar o seu apoio.

“Os principais defensores da bicicleta nem sempre andam de bicicleta”, diz. “A infraestrutura para bicicletas pode beneficiá-lo, independentemente do meio de transporte que você escolher.”

Claro, para a maioria de nós, uma grande rede de bicicletas com quilômetros de ciclovias seguras não vai aparecer em nossas cidades da noite para o dia. Enquanto isso, teremos que permanecer mais atentos e cuidar um do outro.

Com isso em mente, pedimos a alguns ciclistas que compartilhassem suas principais dicas e pedidos aos motoristas. Aqui está o que eles disseram:

1. Olhe antes de abrir a porta, por favor

“Bater na porta é o meu maior medo. E isso acontece o tempo todo.”

2. Dê um pouco de espaço para respirarmos

“Às vezes, os carros ficam desconfortavelmente próximos demais, e isso tira minha concentração.”

3. Verifique novamente seu ponto cego antes de fazer a curva

“Quando o carro está virando à direita, é muito comum um ciclista estar no ponto cego.”

4. Deixe a ciclovia para… bicicletas

“Os veículos entram ou estacionam na ciclovia, e isso é frustrante. Adoraria me sentir seguro na ciclovia.”

5. Sua paciência é bem-vinda

“Fui atingido por um carro uma vez e, felizmente, não foi grave. O veículo estava tentando sair antes que o sinal ficasse verde. Então, eu pediria aos motoristas que tenham paciência e pensem se chegar a algum lugar trinta segundos mais rápido vale o risco.”

Esquecemos de algo?

Deixe um comentário com a sua dica.

Waze Brasil

O Waze é feito de comunidades, tanto nas ruas quanto fora delas. Ao unir motoristas, passageiros, órgãos municipais e autoridades de trânsito, ajudamos a resolver problemas de transporte, melhoramos a mobilidade e trabalhamos juntos para acabar com o trânsito das cidades.

Waze

Written by

Waze

Waze Brasil

O Waze é feito de comunidades, tanto nas ruas quanto fora delas. Ao unir motoristas, passageiros, órgãos municipais e autoridades de trânsito, ajudamos a resolver problemas de transporte, melhoramos a mobilidade e trabalhamos juntos para acabar com o trânsito das cidades.