Open Prototyping Sprint: Audioguia

Um mês e meio em um dia e meio.

Protótipo inicial em proto board e Arduino - Foto: Christophe Buffet

Além dos serviços que a We Fab oferece para o Universo Corporativo, também criamos programas abertos. O Open Prototyping Sprint é um deles.

Pensando em validar nossas ideias sobre como a prototipagem rápida e as habilidades maker podem colaborar para a criação de produtos e serviços, criamos este modelo. A proposta era reunir um grupo de pessoas para desenvolver projetos colaborativamente em um período de tempo determinado (Sprint).

Para testarmos o modelo, selecionamos alguns participantes e também seus projetos. Ideias que gostariam de desenvolver, mas precisavam de conhecimentos que não dominavam para tira-las do papel.

Selecionadas as pessoas, realizamos alguns encontros. Logo no primeiro encontro, cada maker apresentou seu projeto. Dentre estes, foi escolhido pelo grupo trabalhar em um Audioguia para museu.

Definido o que faríamos, marcamos o Open Prototyping Sprint: Audioguia para acontecer em um final de semana. A agenda era: Inciar com uma ideação rápida, fazer um refinamento do que iriamos construir e em seguida dar início a prototipagem. Ao final do Sábado, deveríamos ter um protótipo finalizado. Deixando a manhã de Domingo livre para teste e validação (😉).

Hora de colocar a mão na massa!

Sábado 30/07 - 10:15, inicio do dia 1

Para colocar todos na mesma página, fizemos uma breve retrospectiva do que já havia sido falado sobre o projeto nos encontros feitos anteriormente. Para contextualizar o participante Christophe Buffet (@christophe buffet), também apresentou um pouco sobre a história dos Audioguias e as formas que eles tomaram ao longo dos anos.

Exemplo trazido, a Cooper Hewitt Interactive Pen — Fonte: http://www.cooperhewitt.org/new-experience/

Com as apresentações feitas, o grupo começou a discutir algumas ideias para em seguida desenhar requisitos de um Protótipo Minimo Viável, tendo como base algumas premissas:

  • Ambiente de uso (Interno ou externo);
  • Design (Forma e Acessibilidade) ;
  • Funcionalidade (Interação e Análise de dados do uso);
Requisitos mínimos para um protótipo de Audioguia com boa experiência - Foto: We Fab Team

Sabendo que o tempo era escasso e já próximo do meio dia o grupo decidiu que deveria começar a prototipagem. O objetivo era ter algo em construção ou iniciado em 40 minutos (😰).

E não é que começou a criar vida? (a direita: Mauricio Jabur) - Foto: We Fab Team

Finalizados os 40 minutos, um primeiro desenho aparecia detalhando como deveria ser o design do objeto. Seria um objeto redondo, com poucos botões, um pequeno display para visualizar as faixas e um sistema circular de seleção de faixas, como um anel. Em outra bancada aparecia também um primeiro circuito. Ainda com muitos fios e em uma Protoboard, parte do grupo testava um pequeno módulo de reprodução de arquivos de audio.

Notando que o objetivo dos 40 minutos havia sido cumprido e as ideias estavam saindo do papel. Hora de sair para o merecido almoço,e recuperar as energias do grupo.

Almoço — Paulo (à esquerda); Claudia, Guilherme, Renato (à direita);

Com o time de volta, a prototipagem continuou a todo vapor. Desta vez com a missão de evoluir o circuito iniciado e transformar os desenhos em algo real, físico.

Protótipo de placa de circuitos para o device, construção do Renato e Guilherme (à esquerda); — Protótipo do design com Christophe e Claudia (à direita);

Notamos que naturalmente o time começou a se unir em pequenos grupos. As uniões aconteceram por Afinidade ao que precisava ser desenvolvido (Design, Hardware, etc.) e também por Habilidades, conhecimentos específicos de cada participante. Ao longo do desenvolvimento o grupo adaptou o que estava fazendo e trocou muitos conhecimentos para que todas as ideias se conectassem.

Fim do round, vamos contabilizar os avanços!

Sábado 30/07 - 18:00, fim do dia 1

Chegando ao fim do dia tínhamos o primeiro protótipo funcional (🏆). Ele já contava com uma placa de circuitos feita “sob medida”, um display de um único digito — o tempo e os recursos limitados não permitiram ter quatro dígitos, como imaginado no início—, um Chip Atmel (Arduíno) como controlador e o módulo de audio.

Eram necessários ainda alguns ajustes e um “polimento final”, trabalhar o design e substituir as pilhas que alimentavam o circuito por baterias menores.

Grupo fotografando o protótipo funcional (à esquerda); — Protótipo funcional (à direita);

Os resultado da colaboração era visível. O grupo ao ver onde conseguiu chegar, estava muito contente pela conquista. É muito importante dizer, que a qualidade dos participantes foi essencial para obtenção dos resultados. As pessoas podem ser consideras a parte mais importante de um Prototyping Sprint. É necessário ter pessoas abertas a novas ideas, que sejam flexíveis e trabalhem bem em grupo, que participem das discussões e colaborem para solucionar problemas em conjunto. É preciso ainda combinar pessoas com habilidade — que sabem fazer bem, aplicam com eficácia seus conhecimentos — em diferentes áreas do conhecimento (Multidisciplinaridade). Esta união permite a variedade, o choque de experiências diferentes que resulta na geração de novas ideias, favorece a inovação e garante que ao final haverá um protótipo completo.

Para a We Fab o sentimento ao final do primeiro dia, não podia ser melhor. O depoimento abaixo resume um pouco deste sentimento:

“As pessoas que estavam lá se ajudaram bastante e acho que conseguimos fazer um protótipo! Fiquei surpresa, pois foi pouco tempo e algumas pessoas superaram o cansaço para finalizar tudo.” — Claudia Suares

O polimento final!

Domingo 31/07–10:00, início do dia 2

Ainda tínhamos mais algumas horas para troca de experiências e conhecimentos. A proposta para o segundo dia era refinar o que foi desenvolvido e permitir o teste por usuários.

Não foi possível ter a participação de representantes de museus convidados neste Sprint, mas é relevante ressaltar que existem presenças essenciais para conseguir desenvolver um protótipo que atenda as expectativas dos usuários. Entre elas, a de especialistas que tornam mais fácil o entendimento de quem é o público alvo e quais são suas necessidades, além de clientes, pessoas ou instituições que ajudam a traduzir a realidade do ambiente de uso do produto. Ambos devem estar presentes durante e após o processo.

O grupo seguiu trabalhando nos últimos ajustes do protótipo, finalizou o design do “case” do dispositivo, cortou as peças em madeira utilizando a cortadora laser e conectou todas as partes.

Finalização do design - Foto: Chistophe buffet

Tudo montado, dispositivo funcionando. O grupo foi até o Jardim da We Fab para testar. O resultado final e uma retrospectiva de como foi este OPS! - Open Design Sprint: Audioguia- você confere no video abaixo(👇):


Agradecimentos

Agradecemos e parabenizamos a todos que participaram pelo ótimo trabalho, foi muito bom estar com vocês neste Sprint! (👍) e contamos com todos para o próximo!

Participantes: Claudia Suares, Christophe Buffet, Lucas Oliveira, Renato Machado, Rafael Poiate, Guilherme Zamboni e todo o time We Fab.

Em cima: Rafael Poiate, Claudia Suares, Heloisa Neves e Maurício Jabur — Em baixo: Fabien Eychenne, Paulo Cassin e Christophe Buffet.

Não é o fim, queremos mais!

A experiência foi tão boa que queremos continuar. Para isto estamos planejando o próximo OPS! (👏).

Pensamos que o trabalho com o Audioguia deveria ser continuado, hoje ele não permite que pessoas no Brasil e ao redor do mundo possam replica-lo e utiliza-lo como um produto. É apenas um protótipo. Para que isso seja possível, traçamos quais seriam os próximos passos.

Próximos passos:

  • Miniaturização - Reduzir o tamanho do circuito e do objeto como um todo.
  • Documentação - Documentar e disponibilizar todos os arquivos para que o Audioguia possa ser replicado.
  • Testar e Validar - Realizar testes em um museu ou outro espaço, com usuários reais (Para isso estamos em busca de parceiros que queiram ser parte desta experiência. Se este parceiro é você ou alguém que conhece, nos escreva: hello@wefab.cc).
  • Novas Aplicações - Acreditamos que o Audioguia pode ser utilizado em outros ambientes, aplicado a outros problemas. Portanto, queremos discutir e avaliar quais outras aplicações este dispositivo pode ter.

_Gostou? Quer fazer parte:

💼 - Se você faz parte do Universo Corporativo e quer saber mais como foi esta experiência ou quer fazer um Prototyping Sprint com a We Fab, escreva para: hello@wefab.cc

🔨- Se você faz parte do Universo Maker, fique antenado às nossas Redes Sociais (Facebook, Twitter) que em breve teremos mais OPS! e contamos com a sua participação.