Top 6 Game of Thrones: Teorias Mais Absurdas

Beijo no Cangote do Cão-de-Caça
“Pois nem só de teorias bem embasadas e coerentes viverá o fã de Guerra dos Tronos” - Eu, sobre essa lista

Ontem tivemos a nossa lista das 6 melhores teorias sobre o seriado, todas com argumentos firmes e coerentes com o mundo criado por Martin. A proposta de hoje é exatamente a oposta: só teorias doidas e que partem de muitos pressupostos absurdos. Mas tudo bem, é só por diversão! Segue a lista, em ordem crescente de maluquice e absurdo:

6. Dragão de Gelo dentro da Muralha

“O Berrante de Joramun? Não. Chame de Berrante da Escuridão. Se a Muralha cair, a noite também cairá, uma longa noite que jamais terminará. Isso não deve acontecer, não vai acontecer! O Senhor da Luz viu seus filhos em perigo e enviou seu campeão, Azor Ahai renascido.” - Melissandre, sobre o Berrante de Joramun

Quando estávamos discutindo o que colocaríamos aqui, foi questionado se essa teoria deveria ser considerada séria ou absurda, o que significa que de todas ela é a melhor embasada (brace yourselves). Para compreender como chegamos à essa “conclusão”, devemos nos lembrar de alguns fatos sobre a muralha: uma construção daquela grandiosidade é virtualmente impossível, ainda mais se tratando de gelo; é sugerido várias vezes nos livros que a muralha possui propriedades mágicas; a princípio foi construída por apenas um homem, Brandon Stark. A explicação mais comum é de que Bran teve ajuda de gigantes, mas de qualquer forma isso não explica a história toda.

Tudo bem, a construção da muralha é algo bem misterioso, mas dai para dizer que existe um dragão dentro dela é um passo bem grande. Uma fonte de argumentos para essa teoria é o livro “O Dragão de Gelo” lançado em 1980 por George R. R. Martin, no qual o autor confirma a existência de Dragões de Gelo no Norte. Esses dragões são maiores e mais poderosos que os outros, além disso supostamente tem poderes mágicos, sendo assim a muralha poderia ser construída com auxílio de um desses. Por fim, nos livros conhecemos o Berrante de Joramun, um objeto místico que de acordo com a lenda é capaz de derrubar a muralha se for soprado (tenho quase certeza de que Mance fala sobre o Berrante para Jon na série). Essa lenda causa muita estranheza aos fãs devido à robustez da muralha, então a teoria é de que o Berrante acordaria um Dragão de Gelo que está adormecido dentro da muralha.

5. White Walkers e Bran Stark

“Eu sou um bom homem. Sou gentil com minha esposa, mesmo tendo conhecido outras mulheres. Eu tentei ser um bom pai para meus filhos, ajudando-lhes a ter seu lugar no mundo. Sim, eu quebrei leis, mas nunca me senti um homem mau até essa noite. Eu diria que minhas partes estão misturadas m’lady. O bem e o mal.” - Davos Seaworth para Melissandre.

Se tem uma coisa que George Martin definitivamente não coloca em seus livros é maniqueísmo* . Pensando nisso, alguns fãs começaram a se questionar: “Será que os Walkers são assim tão maus?”. Eu arrisco a dizer que não, nós apenas não conhecemos suficientemente seu lado. Ainda. Além disso, o deus oposto a ele é R’hllor, o senhor da Luz, e tanto na série quanto no livro nós já vimos que ele não é pura bondade. Essa teoria diz que na verdade o lado do “bem”, são os White Walkers, que tiveram suas terras tomadas e destruídas pelos homens.

*maniqueísmo: característica que define uma história na qual todos são divididos em mocinhos ou vilões

Aonde Bran entra nessa história? Bem, alguns fãs acreditam que Brynden Rivers, o Corvo de Mil Olhos, está na verdade do lado dos Outros. Ele mostrará para Bran, e para nós também, o lado de lá da muralha. Essa teoria faz algum sentido na história, visto que R’hllor é claramente oposto aos Deuses Antigos, que são os deuses do Norte. Será que Bran vai acabar se aliando ao lado de lá da muralha? Por enquanto só podemos especular. Particularmente eu gosto dessa teoria, acredito que ela daria um peso dramático e complexo ainda maior para a história. Tenho esperança de que na próxima temporada conheceremos mais sobre os White Walkers e quem sabe, até começaremos a entendê-los.

4. Hodor

“Hodor” - Hodor

Tema central de diversas piadas e memes, Hodor é um dos personagens com uma das histórias menos esclarecida da saga. O pouco que sabemos é que seu nome verdadeiro é Walder e que a partir de certa idade ele começou a repetir a palavra Hodor sem parar. Mas afinal, o que significa essa palavra? Uma das teorias sobre isso é que esse é o nome do deus dos Outros e que Walder teria tido algum contato com essa divindade, explicando seu aparente trauma. Afinal de contas Hodor ao contrário é Rodoh, nome bastante similar à R’hllor. Outro aspecto esquisito é o fato do personagem ser muito alto, o que poderia ser explicado se ele for descendente direto de gigantes. Eu acredito fortemente que Hodor tem alguma ligação mística com o Norte e que será crucial na guerra contra os Outros.

3. Homens sem Rosto e Mindinho

“Jaqen está tão morto quanto Arry - ele falou em tom triste - , e eu tenho promessas a manter. Valar morghulis, Arya Stark, diga de novo.”- Jaqen H’gar

Jaqen é provavelmente o personagem mais misterioso de toda a saga, sua habilidade de mudar de rosto dá origem a toneladas de teorias. Uma das mais comuns é a de Jaqen e Syrio Forel, professor de dança da Arya, são a mesma pessoa. Ambos são bravosianos, muito habilidosos na arte de matar e tem uma relação curiosa com a pequena Stark. Além disso, a forma de falar com ela e os vícios de linguagens são praticamente iguais. Tudo isso poderia ser explicado pela cultura de Braavos. Porém a coisa fica esquisita quando percebemos que Jaqen dá sinais de que já conhecia Arya, por exemplo: na passagem citada Arya estava “disfarçada” de Arry e somente Gendry sabia sua real identidade.

Tudo bem, parece que existe algum interesse dos Homens sem Rosto em Arya Stark, mas qual? Ai entra o nosso querido Mindinho, maior treteiro de Westeros. É sabido que ele sempre fora apaixonado por Catelyn Stark, o que explica o seu interesse (romântico?) em Sansa Stark. Eu sinceramente acredito que Mindinho tenha fortes aspirações de comandar o Norte e Sansa seria um grande trunfo para isso. Mas porque ter somente um trunfo se posso ter dois? Além disso, sabemos através dos livros, que a família Baelish foi originalmente formada pro bravosianos que vieram à Westeros e Mindinho tem um carinho especial por Braavos. Então, a teoria é de que Mindinho está ligado de alguma forma aos homens sem rosto para treinar Arya e manipulá-la a seu prazer. Quem sabe Petyr Baelish também não é um homem sem rosto?

2. Roose Bolton é imortal

“Mesmo tendo passado dos quarenta, não há sequer uma ruga, apenas poucas marcas no rosto para demonstrar a passagem do tempo… Há algo nele que não corresponde à sua idade, uma estranha imutabilidade.” - Theon Greyjoy sobre Roose Bolton

Estamos chegando no top 1 teoria mais doida de todas, e aqui a coisa começa a ficar bem mais mística e maluca. Vamos entender de onde saiu essa: na patrulha da noite é contada uma lenda de que um de seus primeiros comandantes teria tido um relacionamento amoroso com uma Walker e que teria tido filhos híbridos. Baseado nessa lenda, existe a teoria de que Roose seria esse híbrido ou até mesmo um Walker disfarçado. Isso explicaria porque ele esfola seus inimigos: para guardar os rostos e poder trocar de face, exatamente como os Homens sem Rosto fazem.

Ramsay e seus olhos frios como o inverno

Outro questionamento dos fãs é porque Roose Bolton, um homem tão pragmático e estrategista, deixaria um lunático como Ramsay levar seu nome adiante. Para entender isso é necessário saber que nos livros Roose é descrito como o homem dos olhos azuis semelhantes aos dos Walkers. Segundo a lenda ele não seria capaz de trocar os olhos, apenas a pele, e portanto precisaria de um herdeiro que tivesse seus característicos olhos azuis. O motivo dele dar herança para o bastardo é parte de seu plano de matar o verdadeiro Ramsay e assumir seu lugar.

1. Tyrion Targaryen versão Alternativa

“ Quando eu o toquei, a carne podre saiu dos ossos, e por dentro haviam vermes e o fedor da corrupção. Ele estava morto há anos.”- Mirri Maz Duur sobre Rhaego

Ontem exploramos uma famosa teoria de que Tyrion é Targaryen (confira aqui), agora vamos a uma versão bem alternativa e muito maluca dessa teoria. Primeiramente é importante percebermos que o personagem de Tyrion é baseado em Édipo, um cara problemático que mata o pai e acaba ficando com a mãe (biblicamente eu digo). Na primeira parte estamos de acordo, Tyrion matou seu pai, mas a segunda parte ainda é esquisita. Se voltarmos para a primeira temporada podemos lembrar de outro personagem que, indiretamente, mata seu próprio pai, Rhaego (o natimorto da Daenerys). E se isso não for apenas coincidência?

Vamos nos lembrar de um pequeno trecho da profecia de Mirri Maz Duur sobre Daenerys ter filhos: “Quando o sol nascer no Oeste e se pôr no Leste…”. Aprendemos com Superman, que girar a terra ao contrário é uma forma de voltar no tempo. E se Mirri estiver se referindo a viagens no tempo? Então a teoria diz que quando Daenerys estava para ter seu filho Rhaego, Mirri fez uma transferência temporal e trocou o feto da Dany com o de Joanna Lannister (a que achávamos ser mãe de Tyrion), porém como se trata de uma magia complicada, o corpo de Tyrion acabou sofrendo consequências e por isso nasceu todo deformado, assim como o outro bebê que não resistiu e morreu. Então concluímos que Tyrion não é só filho de Daenerys com Drogo como também é o garanhão que monta o mundo (lide com isso). Ainda completo, sendo Tyrion uma versão de Édipo, é provável que case com a própria mãe, no caso a Dany.


Bônus: Daario Naharis é Euron Greyjoy

À esquerda: Daario do seriado. À direita: como é descrito nos livros

Eu ia deixar essa de fora, porque Euron ainda não apareceu na série. Porém essa teoria é tão maluca que achei que valia a menção. Se você não leu os livros eu recomendo que pule esse tópico. Confesso ser novato nessa teoria, então vou só citar alguns fatos que corroboram com ela :

  • Daario tem uma barba azul bem doida e se assemelha a um pirata.
  • Euron Greyjoy tem certeza absoluta que Daenerys se casaria com ele.
  • Além dos mistérios que Euron trás do velho continente, toda a sua tripulação é muda.
  • Em determinado momento Daario diz que Dany tem 93 navios à sua disposição, que é o número exato que Euron dá como frota para Victarion.
  • Euron aparece justamente nos momentos que Daario desaparece.

O maior contra-argumento dessa teoria (como se precisasse) é que não daria tempo dele se locomover tão rapidamente entre as Ilhas de Ferro e Essos, porém é sabido que ele conhece os segredos da Antiga Valíria. Quem sabe ele não tem um atalho por lá? Somado à isso, Euron tem a boca toda azul, indicando que ele bebe o mesmo líquido que Os Imortais de Qarth, então não sabemos que poderes místicos ele pode ter.


One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.