2017: O ano mais intenso da minha vida

Diogo Moretti
Dec 15, 2017 · 20 min read

Saiba como foi meu ano de 2017 e por que ele foi um dos mais loucos e mais intensos profissionalmente pra mim. Senta que lá vem textão.


Começo do ano

O ano já começou com mudanças. Como alguns já devem saber, eu fui um dos fundadores do FloripaJS, uma organização que visa fomentar o desenvolvimente JavaScript e Front-end na Grande Florianópolis.

Debaixo do "guarda-chuva" do FloripaJS existe um meetup desde Abril/2014 (hoje o maior meetup de Floripa, com mais de 1k membros). Tendo em vista que desde aquela época eu estava a frente do encontro, esse ano eu e o Gustavo Isensee resolvemos passar o bastão da organização.

Acredito que uma comunidade tem e deve andar sozinha num sentido orgânico e não depender sempre das mesmas pessoas.

Foi aí então que no final de Janeiro nos reunimos no O Viking aqui em Floripa para "capturar" os interessados em tocar o meetup.

Depois do papo, "achamos" dois caras sensacionais para organizar o meetup. Dois caras com amor no que fazem e muito pró-ativos. Foram eles o Marquinho (hoje na Pagar.me em SP) e o Lucas (agora na terra da rainha, em Londres).


Primeiro 'FloripaJS Meetup' do ano

Em março já tivemos o primeiro meetup "sob nova direção" do FloripaJS. O local, coffee-break e toda a curadoria já foi feita pelos novos "comandantes".

O público lotou a Involves num sábado a tarde para pretigiar esse encontro que já virou rotina na vida de todo amante de desenvolvimento aqui de Florianópolis e região.

Eu e Marquinho apresentando o FloripaJS (04/Mar/2017) (O Lucas estava em Londres =])

Férias & Front-end week em SP

Exatamente dia 07/Mar começou minhas férias de 15 dias. Coincidentemente dia 08/Mar começava a #2 Front-end Week em SP.

Claro que eu já sabia e minhas passagens e hospedagens já estavam compradas para terça, dia 7.


#2 Front-end Week SP

Terça-feira (07/Mar) eu aterriso em SP para segunda Front-end Week (minha e também geral). Peguei um AP em Pinheiros muuuito barato (R$ 130 o ap inteiro). Como diz o Fialho, "Apartamento alto padrão".

Vista do AP em Pinheiros, São Paulo (07/Mar/2017)

Não tinha muito tempo, já que a noite tinha CSS Meetup, abrindo a Front-end Week.

O Meetup aconteceu no prédio da Pagar.me (agora antigo prédio). Contou com talks do Mario Souto sobre SVG e da Alda Rocha sobre CSS Grid Layout.

CSS Meetup — Front-end Week SP — 08/Mar/2017

Na quarta-feira (08/Mar) também teve meetup, mas eu como bom são-paulino fui assistir um jogo no Morumbi. Liguei para um amigo (Leo) de longa data fã do Pearl Jam e fomos. O jogo foi São Paulo 3x1 ABC pela Copa do Brasil, com Rogério Ceni no comando do tricolor.

Eu e Leo no jogo São Paulo 3x1 ABC — 08/Mar/2017

Na quinta-feira, dia 09/Mar, tinha mais Front-end Week. Desta vez era o FrontUX, um dos maiores meetups de SP (talvez o maior).

O local foi na sede da Evino, graças ao Matheus. O encontro tem o propósito de debater problemas (e soluções) da relação entre desenvolvedores, designers e UXs.

Vinhos para degustação na sede da Evino, em SP — FrontUX Meetup — 09/Mar/2017

Regado de muuuuito vinho, os debates foram intensos e networking foi muito proveitoso. Nesse meetup tinha a honra de conhecer várias pessoas do twitter que ainda não tinha tido a oportunidade de ver pessoalmente. Valeu muito a pena =]

Debates quentes no FrontUX — 09/Mar/2017

E claro, não poderia deixar de rolar o tradicional happy-hour em um bar raíz. Como a sede da Evino fica a uma quadra da Augusta, nada mais justo do que ir na rua mais bohemia de SP.

Na sequência: Eu, garçon, Rogerio, Mariane, Matheus, Alda e Danilo – Algum bar raiz da Augusta

Dali fomos parando de bar em bar até chegar na Praça Roosevelt, também muito tradicional em SP.

Essa hora foi muito especial. Todos foram embora e só sobrou eu e o Danilo Vitoriano. Foram vários papos, mas o principal foi que conseguimos conversar muuuito sobre a (ainda embrionária) React Conf. Consegui passar algumas dicas da minha experiência no Front in Floripa e também consegui aprender muito com ele. Sério, sou fã dele. Ele sim, faz e acontece.

Eu e Danilo na calada da noite em SP!

No outro dia (sexta, dia 10/Mar) tinha então finalmente o segundo Code in The Dark, para fechar com chave do ouro a Front-end Week. Convidei então o Fialho para trabalhar durante o dia lá do meu AP em pinheiros para seguirmos juntos para o evento a noite.

Depois de "trabalhar", umas 17h fomos num mercadadinho ali na frente do AP para fazer um esquenta. Depois de umas 6 Itaipavas latão, tocamos para o Code in The Dark.

Eu e Fialho na entrada do #02 Code in The Dark, fechando a #02 Front-end Week SP — 10/Mar/2017

E claro, o evento foi sensacional. Se divertimos muuuito. Teve de tudo… até rodadas de tequila =]

Galera FODA no Code in The Dark — 10/Mar/2017

Mas a melhor parte foi depois do evento. Fomos andando literalmente de bar em bar até encontrar outra galera que estava no evento em outro bar. Mas antes, já tinhamos combinado de ir no Seattle Night, lá no Morrison. Sim, fizemos isso tudo andando.

Então depois de várias cervejas e muitos bares pelo caminho, entramos no Morrison. A partir dali já estávamos no auge.

E claro, não posso deixar de agradecer meu parceiro e irmão Marquinhus… tu é foda mano!

Eu, Marquinhus e Fialho – Morrison Rock Bar – São Paulo, SP – 10/Mar/2017

Code in the Dark Floripa

Em maio aconteceu a segunda edição do Code in The Dark Floripa. Mais uma vez na sede da Cafundó e mais uma vez entrei como competidor.

Claro, a intenção do evento é se divertir e promover a interação entre os participantes. Se divertimos muito e pude bater um papo bacana com vários devs de Floripa, onde não nos viamos desde o último FloripaJS.

Como trabalhava na Chaordic, também na Lagoa, fomos em alguns devs da empresa para o evento.

#02 Code in The Dark Floripa — 12/Maio/2017

Vale do Carbono Conference

Também em maio, mais especificamente dia 20, aconteceu em Criciúma/SC a primeira edição do Vale do Carbono Conf.

Com muito orgulho eu seria um dos palestrantes do evento. Honra por que o evento tinha como objetivo promover a inovação tecnológica no sul do estado, do qual eu vim =]

O evento contou com 2 trilhas: desenvolvimento e startups. A conferência mexeu de fato com a cidade, pois na semana do evento só se falava no evento. Foi um dos eventos que mais teve espectativa e buzz na cidade, principalmente antes.

Outdoor do Vale do Carbono Conf — Criciúma/SC

Para garantir a "vibe" chegamos na quinta-feira (evento no sábado). A palavra chegamos por que fui com mais 2 amigos (Renato e Renan, ambos trabalham na Chaordic).

Na sexta o dia foi intenso. Trabalhei de manhã remoto e passei a tarde inteira na Simples Dental tomando café e conversando com um pessoal muito foda, entre eles Luiz Estácio, Derek Stavis, Pedrinho e Gélio (CEO da empresa).

A noite foi dia de dar entrevista para a Rádio. Sim, dei entrevista na rádio falando do evento que aconteceria no outro dia. Por concidência, tive o prazer de conhecer uma banda que admiro muito e sou fã a pelo menos uns 15 anos.

Pra quem não é do sul talvez não conheça, mas a banda Chimarruts estava na rádio e conhecemos o pessoal da banda, que aliás, são super atenciosos.

Eu, Mateus e Derek com a banda Chimarruts

No "grande dia" o evento estava impecável. O local (ACIC) é muito bom para conferências.

Como minha palestra era de manhã, cheguei cedo.

Abertura da Vale do Carbono Conference — Criciúma/SC — 20/Mai/2017

Na abertura, até o prefeito da cidade deu discurso. Então, depois da palestra do Derek foi a minha.

Foi minha primeira palestra sobre CSS Grid Layout. A talk saiu no Youtube da BrazilJS. Confere Aqui.

Minha palestra no Vale do Carbono Conference – Criciúma/SC – 20/Mai/2017

Queria agradecer aqui uma pessoa muito foda. A pessoa que organizou o evento e que me convidou para palestrar.

Mateus, tudo é foda mano. Existem pessoas que falam e outras que fazem. Você faz.

O evento foi um sucesso – Vale do Carbono Conference — Criciúma/SC – 20/Mai/2017

#3 Front-end Week SP

Em junho aconteceu a terceira e maior Front-end Week até então. Seriam 10 dias de eventos, entre meetups e eventos grandes. A "maratona" começaria dia 22/Junho (uma quinta) e terminaria só dia 01/Julho (sábado) da outra semana.

Fiquei em dúvida se participaria de toda a Front-end Week ou parcialmente. Foi ai que entrei em contato com meu brother Afonso Pacifer. Ele me disse que só conseguiria chegar no sábado, dia 24/Junho.

RESUMINDO: Eu fui na quarta-feira (dia 21/Jun), fiquei no hotel até sábado (24/Jun). E de sábado até o outro domingo (02/Jul) eu e o Afonso dividimos um Airbnb no Itaim Bibi.

Eu e o Afonso estávamos decididos. Iríamos fazer a cobertura COMPLETA da Front-end Week. Iríamos em todos os eventos, bater foto, filmar e depois fazer um review em vídeo sobre como foi o evento/meetup. Ao longo do post você vai ver como foi tudo isso.

Front-end Week — Dia 01 (JS Experience)

Já no primeiro dia de Front-end Week (meu segundo dia em SP) aconteceu a primeira edição do JS Experience, organizado (e muuuito bem por sinal) pelo iMasters.

O evento foi dividido em dois dias. No primeiro dia (quinta) seriam de workshops e o segunda dia (sexta) seriam as palestras.

Fui na quinta sem me inscrever em nenhum workshop, apenas pela resenha/networking.

E vou dizer: Foi a melhor coisa que fiz. Formamos uma roda com os "excluídos" dos workshops. E o papo durou a tarde inteira.

Consegui conversar mais com o Danilo sobre a React Conf, como vocês podem ver na foto abaixo.

Alguns que estão na foto: Rodrigo Pokemao, Danilo, Eu, Leo Balter, Paolo e Daniel Galvão — JS Experience — São Paulo/SP – 22/Jun/2017

Front-end Week — Dia 02 (JS Experience)

No segunda dia de JS Experience, aconteceram as palestras. Tinha prometido para mim mesmo que não assistiria mais palestra em evento… mas até que assisti algumas nesse evento, tendo em vista que tinham ótimas talks.

Fiquei a maior parte do tempo nos estandes, que aliás, tinham vários. Pude conhecer muuuuitas pessoas e rever algumas.

Estande da Locaweb — Alguns da foto: Cassio, Marcel, Eu, Bruno e Danilo – JS Experience

E como quem fica nos estandes vivendo outra "experience", tive a honra de ser entrevistado para a GoDaddy, com o entrevistador Bernard de Luna.

Na hora do almoço eu, Danilo e Marcel demos um pulo ali na Pagar.me para conhecer o novo prédio deles. Conhecemos a nova sede e pude rever o Marquinho (fiz uma surpresa :D).

Lembram que falei que eu e o Afonso iríamos fazer um review do todos os eventos da Front-end Week? Sim, nós fizemos também da JS Experience. Confira no vídeo abaixo.

Review do JS Experience

Front-end Week — Dias 03 e 04 (folga)

No sábado (24/Jun) o Afonso chegou cedo (beeem cedo na real… 7h da manhã). Ele foi direto para o meu hotel e dali fomos para o centro tomar café, mais especificamente no Mercado Municipal de SP comer o clássico sanduíche de mortadela.

Sanduíche de mortadela & Afonso Pacifer — Prontos para continuar a Front-end Week

Depois do café fomos na Santa Efigênia comprar periféricos para fazer a melhor cobertura possível da Front-end Week.

Sábado a tarde recebemos a ligação mais esperada. Nosso Airbnb no Itaim Bibi estava liberado. Lá pelas 16h já estávamos no AP. A partir dali seriam mais 8 dias de Front-end Week. HAAAAJA CORAÇÃO.

Front-end Week — Dia 05 (JS São Paulo)

Na segunda-feira, dia 26/Jun, iria começar a semana de meetups. E para abrir com chave do ouro, o JSSP já veio com tudo. O local foi lá na Elo7 e contou com talks de Willian Mizuta, Tiago Vasconcelos e Zeno Rocha (direto dos EUA.. essa seria a primeira talk de várias que ele daria na semana).

Esse dia foi mágico, pois conheci a pessoa que depois se tornaria o "Mascote da Front-end Week". Estava eu no coffee-break e fui conversar com um cara que estava meio tímido e de repente ele assim: — Cara, é uma emoção grande estar falando contigo (no caso eu). Você é uma inspiração pra mim. Eu falei que agradecia muito e tals e que eu não fazia nada demais, apenas ajudava a comunidade. No fim, ficamos conversando um bom tempo… O nome dele, anotem aí, Vinicius Rossi.

Confira abaixo como foi o JSSP no nosso review.

Como foi o JSSP – Elo7, São Paulo/SP — 26/Jun/2017

E claaaaaro, teve happy-hour. É nesse momento que podemos conversar mais a vontade e também trocar assuntos que não sejam sobre tecnologia (falamos sobre os happy-hours também no vídeo).

Front-end Week — Dia 06 (Live & CSS Meetup)

Na terça-feira (28/Jun) dá pra dizer: Esse dia foi louco. Já acordamos no nosso Airbnb para gravar o review do JSSP (vídeo acima) e também para nos preparar para o CSS Meetup que iria acontecer a noite, na sede do Cubo Network, em SP.

O CSS Meetup teria uma cobertura super completa, pois na noite anterior tínhamos combinado com o Zeno Rocha e Bernard de Luna para fazer uma LIVE antes do Meetup.

A Live estava marcada para às 17:30, também no Cubo. Saímos do AP às 16:45 (estávamos perto do local, mas SP né…). Só que no meio do caminho, em meio ao caos de SP, percebi que tínhamos esquecido "só" o notebook no AP. HAHAHA.

Tivemos que voltar para buscar. Resumindo: Chegamos no Cubo 17:26, sendo que a Live começava as 17:30. Deu tudo certo e a Live foi um sucesso. Várias dicas muito fodas com um pessoal super relevante.

Live pré-meetup com Zeno Rocha, Felipe Fialho, Afonso Pacifer, Bernard de Luna e Giovanni Keppelen

E o meetup? Sim, ainda teve meetup. Saindo da Live fomos direto para o auditório do Cubo, pois iriamos transmitir o encontro. Com talks de Zeno Rocha e Sergio Lopes, o meetup foi um sucesso.

Zeno Rocha no CSS Meetup —Cubo Network, São Paulo/SP — 27/Jun/2017

Ahh, falei da transmissão do meetup né? SIM, conseguimos transmitir sim. Confira abaixo a transmissão gravada (mas no dia doi ao vivo =]).

E claaaaaro, também teve happy-hour com uma galera super bacana. Tivemos até o X-Zeno no bar. FODAAAA…

Front-end Week — Dia 07 (Encontro Locaweb & HTML SP)

No dia seguinte (Quarta-feira, 28/Jun) a maratona era a seguinte: a tarde iríamos para o 19º Encontro Locaweb e a noite no meetup HTML SP.

Chegamos umas 15h no Encontro Locaweb (o evento era o dia inteiro) e quem encontramos logo na entrada. SIM, ELE. Vinicius Rossi.

Como nós estávamos na vibe de cobrir todos os eventos, aproveitamos o local para gravar algumas entrevistas com uns amigos e/ou pessoas que estavam fazendo a Front-end Week acontecer.

Fizemos um total de 3 entrevistas: Deivid Marques, falando sobre o Front in Sampa; Talita Pagani falando sobre o FEMUG e seus projetos; e Danilo Vitoriano falando sobre o React SP e também da React Conf.

Bastidores das entrevistas — 19º Encontro Locaweb — 28/Jun/2017

UFA… mas calma, a noite ainda teria meetup. Saindo do Encontro Locaweb passamos no nosso AP, tomamos um banho e fomos direto para o HTML SP, que seria realizado lá na sede da GetNinjas, em pinheiros.

Fomos um dos primeiros a chegar pois iriamos fazer uma entrevista pré-meetup com ele, a estrela maior do mundo front-end, Eduardo Matos.

O evento em si foi bem legal… ele tem um formato de bate-papo/discussão, similar ao FrontUX. A galera interagiu e discutiu bastante.

Apesar de muita gente achar que HTML é fácil, tem várias coisas, principalmente de semântica e acessibilidade que devem ser discutidas.

E claro, fizemos review para esse encontro também!

Entrevista com o então organizador, Eduardo Matos — Sede da GetNinjas, São Paulo/SP — 28/Jun/2017

Front-end Week — Dia 08 (FEMUG-SP)

Na quinta-feira, dia 29/Jun, iria acontecer o FEMUG-SP. Um meetup muito bacana organizado pelo Lucas e pelo Marcel. Dessa vez o encontro seria realizado na sede do iMasters, graças ao apoio do Rodrigo "Pokemao".

Dessa vez eu não iria apenas assistir, eu também iria palestrar no encontro. Depois da palestra e vídeo da minha talk sobre CSS Grid Layout no Vale do Carbono, o Marcel tinha me convidado para falar sobre grid para a galera.

O meetup contou com 2 talks: A minha sobre CSS Grid Layout e também da Talita Pagani sobre CSS Sustentável.

Ambas as talks foram muito comentadas e o pessoal gostou demais. E teve review SIM. Confira no vídeo abaixo!

Review do FEMUG-SP — Front-end Week SP

Front-end Week — Dia 09 (Live & React SP)

Sexta-feira, dia 30/Jun: Aproveitando a ilustre presença do Marquinhus no nosso AP resolvemos fazer uma live surpresa com ele. E o resultado: MUITO FODA. Pra quem tá começando e até pra quem está na área a tempo, vale muito a pena escutar as dicas dele, minhas e do Afonso. Confira a live no vídeo abaixo:

Mas a noite ainda tinha meetup! E depois da Live fomos direto para o React-SP. Lá teriam apenas uma talk, mas do grande mestre Fernando Daciuk, meu amigo de longa data.

Como no outro dia sabíamos que estaríamos mortos e que também seria o dia inteiro de evento (Front in Sampa), resolvemos também fazer uma live sobre o React-SP. O resultado foi muito legal e engraçado. Fizemos a transmissão umas 22h com o pessoal que estava ali… Foi muito legal!

Live sobre o React-SP e introdução ao Front in Sampa do outro dia

Front-end Week — Dia 10 (Front in Sampa e Code in the Dark)

Sábado, dia 01/Jul: Enfim, o último dia de Front-end Week. Seria o dia de reunir o pessoal e de celebrar toda essa experiência vivida ao longo de 10 dias!

A maratona seria de Front in Sampa durante o dia, e pra fechar, a noite seria mais uma edição do Code in the Dark =]

Chegamos no evento no meio da manhã e ficamos a maior parte do tempo lá fora, nos estandes. Deu tempo de rever a galera, conversar e ainda fazer algumas entrevistas.

Eu poderia ficar aqui falando muuuito do Front in Sampa, pois é mágico. Desde a palestra do Zeno & Bernard lá em 2012 eu acompanho o evento… e tive o privilégio de ir nas últimas 2 edições do evento. 2018 com certeza estarei lá novamente.

Galera no Front in Sampa 2017

Já o Code in The Dark foi SEM PALAVRAS. ANIMAL. Super divertido! Pra começar, o transporte foi feito de Van do Front in Sampa para lá… E fizemos uma edição do "Dev na Van"… Confira no vídeo abaixo:

Depois de muitas sarradas e danças exóticas, estava oficialmente terminando a Front-end Week. Que venha mais!

Galera foda no Code in the Dark — Sede do iMasters — 01/Jul/2017

Vinicius Rossi: O "mascote" da Front-end Week

Lembram que comentei do Vinicius Rossi lá no JSSP. Pois então, naquela oportunidade eu tinha também dito pra ele: — Cola na gente que é sucesso… vamos fazer você voar!

A história dele é sensacional. Pra quem não sabe, ele está começando na área de desenvolvimento e aproveitou a Front-end Week para fazer networking e aprender (nada melhor né).

Ele foi em TODOS os eventos, assim como eu. E ele virou uma espécie de talismã dos eventos! Do anonimato à oportunidades. Isso que é comunidade. O apoio e o incentivo.

Entrevista do Vinicius Rossi para a Front-end Week

Ele fez um post super bacana sobre a experiência que ele teve: https://medium.com/@vinirossi9/da-trufa-ao-front-end-week-sp-2017-1471562ef70

Ir na Front-end Week completa foi a melhor coisa que fiz na minha vida!

Saída da Chaordic

Chegando em Floripa no domingo (1 dia depois da Front-end Week), eu já estava decidido: iria pedir demissão da Chaordic, minha então atual empresa.

Confesso, a Front-end Week mexeu comigo, apesar de ter sido a 3ª que tinha ido. Mas dessa vez foi diferente.

Algumas visões que já tinha se concretizaram e na segunda-feira chamei meu líder e informei que estava saindo. No começo até queríamos ver alguma forma de ficar e tals… mas tem horas que não é mais nem cargo, salário… o "problema" é a rotina.

Um pouco da galera FODA da Chaordic: Renato, Nathan, Renan, Vinicius, Artur e Danilo

A Chaordic foi a melhor empresa que trabalhei e indico para qualquer um que me pergunta. Acontece que queria também ver o mundo de outra forma… além do mais, aos poucos estou vendo que quero trabalhar mais com PESSOAS do que com CÓDIGO.

Oficialmente em agosto, depois de 3 anos e 3 meses, eu estava largando meu emprego para fazer o que? NADA.

Pular de empresa em empresa é pular de galho em galho. Pois bem, eu desci da árvore.

Ainda não sei exatamente o que quero e vou fazer. Eu amo muito o que eu faço. Estou deixando rolar e colocando na balança vários aspectos… 2018 irá me guiar melhor!

BrazilJS em Fortaleza

Depois de ir nas últimas 4 edições (2013, 2014, 2015 e 2016) em Porto Alegre decidi ir na edição de Fortaleza, já que era uma das novidades do evento esse ano!

Então eu mais 3 amigos da Chaordic alugamos um Airbnb na capital cearense de quarta (30/Ago) até domingo (03/Set). A ideia era aproveitar a cidade e as praias e também ir no evento, claro!

Eu tomando uma água de coco na Praia do Futuro – Fortaleza/CE — 31/Ago/2017

Na noite anterior ao evento, aconteceu um encontro da galera do FrontendBR num barzinho em Fortaleza. Deu pra rever alguns conhecidos e fazer muita amizade, já que nós aqui do sul quase não nos encontramos com a comunidade nordestina. O encontro foi FODA!

O evento em si foi praticamente o mesmo de Porto Alegre. Senti falta de mais espaço para estandes e lugares para relaxar, tendo em vista que praticamente não assisto a palestra. Mas os temas estavam bem legais como sempre. Ano que vem é presença garantida mais uma vez.

Minha 5ª BrazilJS – Fortaleza/CE — 02/Set/2017

Visita à VTEX no Rio de Janeiro

Praticamente 10 dias depois de Fortaleza, fui convidado para visitar a VTEX no Rio de Janeiro.

O chamado "VTEX Tour" é uma espécie de imersão a futuros colaboradores. Cheguei na quinta-feira (14/Set) e fomos direto para o restaurante jantar com mais alguns convidados e também dois funcionários da VTEX, no caso o Guilhereme e o Anderson, que aliás, são muuuuito gente boa!

Na sexta-feira (15/Set) passamos o dia inteiro conhecendo de fato como tudo funciona na VTEX. Foi sensacional…

Almoço com o pessoal da VTEX no Shopping em Botafogo

No final do dia teve um happy-hour regado a muito chopp e pizza. Conversei com quase toda a empresa. Fiz muuuuitos amigos! A galera é muito simples e gente boa. Realmente é uma família. Senti a mesma vibe da Chaordic lá dentro!

Com certeza a VTEX é uma empresa que quero trabalhar um dia. No momento não estava/estou disponível para mudanças, mas com certeza quero conversar novamente com eles. Super recomendo a empresa.

Front in BH

O mágico e maior evento front-end do Brasil chegou. Ano passado eu tinha prometido para mim mesmo que esse ano eu iria no evento. Só que em maio recebi um convite muito especial do Davidson Fellipe, que seria para palestrar no evento!

Quase não acreditei. Um palco que passou tantas pessoas fodas iria ser meu por alguns minutos. Estou na área a muito tempo e na comunidade também… não costumo submeter talks, pois muitas vezes prefiro assitir/curtir o evento do que ficar na tensão e responsabilidade de palestrar. Mas sempre que me convidam eu aceito, pois sei que quando a organização convida é que lembraram de você com carinho!

Palestra no Fron in BH 2017 – Belo Horizonte/MG — 23/Set/2017

O evento foi MÁGICO! 580 pessoas não é brincadeira. Foi lá que conheci mais gente e me diverti muito. Foi ali que peguei algumas coisas para implementar no Front in Floripa.

Organizadores do Front in BH

Parabéns a todos os organizadores! Vocês fizeram um evento sensacional focado em pessoas, que é o que eu também acredito!

Um agradecimento especial ao Davidson e o Giovanni por me receberem muito bem e me deixarem muito a vontade!

Galera no almoço; Eu e Bernard no bate-papo; Happy-hour; Galera reunida – Front in BH 2017

React Conf 2017

Lembram que conversava com o Danilo Vitoriano sobre a realização da primeira React Conf da américa latina? Pois bem, ela aconteceu.

No dia 07/Out, um sábado, cerca de 400 pessoas se reuniram no Teatro da Augusta para prestigiar esse baita evento. Eu estava muito feliz, pois vi esse evento nascendo e crescendo… ver aquilo acontecer foi mágico!

Não assisti nenhuma palestra pois estava com uma missão muito importante: bater um papo com os participantes e palestrantes nos bastidores do evento. Aguardem que os vídeos saem em breve!

E claro… teve after, teve rolé… enfim, foi um final de semana completo na capital paulista!

Chegada na conf; After do evento; After do After! — React Conf 2017

Front in Floripa 2017

Enfim, chegamos na cereja do bolo de 2017. Seria o último evento do ano que iria participar… mas não simplesmente participar, mas também organizar.

Pra quem não sabe, eu organizo o Front in Floripa desde a sua primeira edição, lá em 2013. Só que esse ano seria diferente: Eu iria organizar o evento SOZINHO.

Sozinho mesmo? SIM! Sozinho! Não porque quis, mas sim porque os outros 2 organizadores não estavam mais morando aqui em Floripa (um em SP e outro em Amsterdam).

Eu não estava muito preocupado não, pois saberia que daria conta, tendo em vista que já tinha organizado as últimas 4 edições. Mas vale ressaltar que só "consegui" pois não estava "trabalhando", apesar de que tinha uns freelas ainda.

O evento me consumia cerca de 10h do meu dia. Era intenso. Tinha dia que trabalhava umas 16h… mas deu tudo certo!

Depois de 4 edições "normais" eu estava decidido que esse ano seria diferente. Queria um evento focado em pessoas e interação. Seria um mix de todos os eventos que fui esse ano, principalmente com a pegada do Front in BH.

E para me ajudar nesse projeto, chamei uma pessoa fundamental para que isso acontecesse. Já tinha convidado ele em BH… e foi então que entrei em contato novamente com meu amigo Bernard de Luna e falei: — Sem você o evento que quero fazer não acontece.

Ele topou de cara e começamos a desenhar a sala, listar as brincadeiras, itens para comprar… enfim, um verdadeira branstorm da diversão. Queríamos fazer o evento mais inovador possível e que todos os participantes se sentissem de fato imersos no evento, e não apenas assitir palestras.

Bernard de Luna vestido de unicórnio na abertura do Front in Floripa 2017

Como falei, conseguimos fazer todas as brincadeiras que imaginamos e claro, proporcionar um sábado divertido para todos.

Imagem e Ação; Lounge com víde-game; Torta na cara; Jogo de tiro com Nerfs! — Front in Floripa 2017

RESUMINDO: O evento deu sold out 10 dias antes; Foi um sucesso de público e tudo que imaginamos aconteceu!

Galera reunida no Front in Floripa 2017!

Também investi bem num pós evento! Contratei uma banda e coloquei vários chopps para a galera. Foi incrível. Talvez o melhor after de evento do ano \m/

Até agora não sei como consegui organizar sozinho, mas foi muito satisfatório ver 230 pessoas reunidas pelo seu trabalho! Obrigado a todos!

Mensagem final

Estou na área a muito tempo, mais precisamente desde 2004. Na comunidade basicamente a uns 6 anos e esse post resume 2017, mas também um pouco desses últimos anos!

Amo o que faço. Tudo que fiz foi por amor. Valorize suas soft skills, pois daqui pra frente se alguém pedir meu currículo, eu simplesmente vou mandar esse post!

Até 2018…

Ainda não sei que rumo vou seguir, mas por enquanto estou descansando para voltar com tudo em 2018.

Vou descansar no sul do meu estado, ao lado de amigos que não fazem ideia do que está escrito nesse post e curtir minha família!

Estarei por aqui em algum lugar nesse final de 2017!

Diogo Moretti

Written by

I love the web / Pearl Jam Fan - http://diogo.nu

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade