Museu de Arte Contemporânea

Foto: Liliane Jochelavicius

Próximo a Praça Zacarias, onde foi uma das sedes do Museu Paranaense, fica o Museu de Arte Contemporânea do Paraná (MAC). Este foi criado por decreto em 1970 e aberto ao público em 1971.

O setor de Pesquisa e Documentação tem grande qualidade e quantidade de material para pesquisa em Artes Visuais, pois o que acontece nesse meio é continuamente registrado e armazenado. Há também uma hemeroteca (coleções de jornais, revistas, periódicos e obras em série) com material sobre artistas, entidades culturais e críticos de arte. Possui cerca de quatro mil títulos e está aberta para consulta local de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 14h às 18h.

O Setor de Ação Educativa oferece visitas guiadas para escolas e visitantes. É possível fazer agendamento prévio para a visita de escolas pelo telefone de museu. Também podem ser programadas atividades educativas para os visitantes. As visitas guiadas permitem uma reflexão acerca das obras e das exposições de formas gerais, a partir de conversa com mediadores preparados para atender os diversos públicos.

Quando foi criado o Museu incorporou algumas obras do acervo do extinto Departamento de Cultura da Secretaria de Educação e Cultura. Também contribuíram para a formação do seu conjunto de obras eventos e salões de artes. Entre as peças do Museu há pintura, desenho, gravura, escultura, fotografia, objeto, tapeçaria, colagem, instalação e vídeo.

Entre os artistas com obras no acervo estão: Volpi, Amilcar de Castro, Regina Silveira, José Bechara, Eliane Prolik, Marlon de Azambuja, Fábio Noronha, Maria Cheung, Luiz Carlos Brugnera, Rossana Guimarães, Letícia Marquez, Edilson Viriato, Miguel Bakun, Theodoro De Bona, Guido Viaro e Helena Wong. No site do Museu é possível conferir algumas das obras do acervo.

O MAC faz periodicamente mostras temáticas para divulgação de seu acervo, com exposições temporárias, individuais e coletivas. O Salão Paranaense foi criado em 1944 sob a responsabilidade do Departamento de Cultura da Secretaria de Educação, a partir de 1970 o MAC assumiu a realização do evento. Desde então, este é o primeiro ano que o Salão acontece em outro lugar, o Museu Oscar Niemeyer (MON).

Em 2005 o Salão Paranaense se tornou bienal, ampliando a participação de países do Mercosul e criou prêmios para todos os artistas envolvidos no evento. Desde sua origem, o Salão acolhe ideias que mostram novos caminhos para as artes visuais.

Conheça também a Casa Andrade Muricy, que é um espaço expositivo ligado ao MAC.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.