Imagem: Unplash

O Storytelling e a importância para a narrativa dentro do design

Mauri Ribeiro
Oct 9, 2018 · 5 min read

Criar cenários e descrever passos é fundamental.

Olá, pessoas!

O storytelling tem sido falado muito ultimamente em blogs, eventos e conteúdos sobre design, marketing e UX. O termo trata-se da “arte” de contar histórias. A expressão “tell a story” significa “contar uma história” e storyteller é um contador de histórias.

Mas não é apenas contar uma história, ela precisa ser relevante.

Todos nós temos uma história pra contar, mas a forma de contar é a questão da coisa. As piadas são um exemplo bem comum. Às vezes a piada não é nem tão boa, mas só pela forma de contar ela se torna hilária. Então, o processo de descrição é super importante também.

Essa semana eu estava pensando em como todo o processo de UX é um grande storytelling. Já percebeu que muitos dos processos são narrações? Já percebeu como contamos as histórias que envolvem o time? A narrativa dos problemas e dos usuários são extremamente importantes para entender como podemos usar o design para construir experiências funcionais.

A jornada do usuário é uma grande narrativa de ações e passos do usuário. Nela, colocamos as dores, anseios e expectativas das pessoas sobre determinado produto ou serviço. É necessário exemplificar os passos pra que todo o cenário faça sentido.

Exemplo de jornada do usuário que usei recentemente em um projeto.

Outro exemplo que eu gosto de falar é o Pixar Storytelling.

O Pixar Storytelling é uma ferramenta para contarmos uma história através de uma narrativa que irá engajar a sua equipe a entender melhor qual é o proposito do produto.

Como o nome já exemplifica, a técnica se baseia na empresa Pixar — produtora de animações. O Storytelling deixa claro as seguintes situações:

  • Quem são os personagens e o que fazem
  • Como seu produto cria valor para eles
  • Qual é a visão de futuro a ser alcançada

Podem ser adicionadas outras questões além dessas, mas pra uma fácil compreensão, deixaremos as padrões. O legal dessa técnica é que ela deixa aberto o que precisa ser respondido pra facilitar ainda mais a narrativa das situações. Veja o exemplo:

Era uma vez _________. Todos os dias ___________. Um certo dia _________ .Por causa disso, ________. Por causa disso___________. Até que finalmente __________.

Sacou? São essas simples perguntas que você precisa responder.

Um exemplo da aplicação da técnica. Nesse caso, para o Airbnb.

Era uma vez um casal de artistas de Campinas, São Paulo, que moravam em uma linda casa com um chalezinho nos fundos. Todos os dias, eles se separavam para trabalhar e pagar o financiamento dessa casa. Um certo dia, eles descobriram a possibilidade de ganhar dinheiro extra, alugando o chalé. Por causa disso, eles conseguiram pagar o financiamento mais rápido e economizar um dinheiro para se aposentar, Por causa disso, eles passaram a gastar menos tempo trabalhando e a passar mais tempo juntos. Até que finalmente, eles se aposentaram e viveram a vida que sempre sonharam.

Bem legal, né? Todo esse material sobre Pixar Storytelling eu vi nesse blog.

Imagem: Unplash.

Para finalizar, vamos tomar o exemplo das Personas. Nelas, temos que descrever com detalhes as qualidades, defeitos, hábitos , aspirações… do público pra qual estamos projetando. Se essa descrição de informações está mal feita, o projeto se compromete. Assim, os passos e a forma de conduzir toda a narrativa precisa estar alinhada ao objetivo do projeto. Perceba que não é simplesmente apresentar algumas características da pessoa, mas falar sobre sua vida e hábitos de forma entendível e bem descrita.

Exemplo de Persona que estive trabalhando em um recente projeto.

Mesmo estando separado por tópicos, as questões apresentadas já revelam muito da personalidade do sujeito. E é isso tipo de questões que podemos levantar com o storytelling.

Como exercitar essa prática?

Bom, existem diversos cursos sobre storytelling que eu poderia citar. Eu nunca fiz nenhum, mas alguns amigos já falaram que ajudam bastante no processo. Então, como nunca fiz, posso falar das experiências que tive e que me ajudaram a desenhar histórias.

Imagem: Unplash.

#01 — Ler bastante

Eu sempre fui um leitor desde criança. Leio vários quadrinhos e livros sobre diversos temas, e tudo isso me dá grande liberdade para pensar e ter repertório para desenvolver roteiros. Então, exercitar a leitura é fundamental para escrever (e pra tudo).

Imagem: Unplash.

#02 — Escrever os detalhes

Naturalmente, se você está descrevendo passos do usuário ou qualquer outra coisa, irá narrar o que acontece com o indivíduo em uma situação qualquer. Mas o essencial mesmo é saber escrever os detalhes. Mesmo aquelas coisas que você pensa ser irrelevante pode ter um grande valor em alguma etapa do processo. Pense como um escritor de um livro. Ele tem que criar toda uma imersão dentro do ambiente sem mostrar uma única imagem, logo, a descrição de cada detalhe é importante para a compreensão.

Pra quem já leu algum livro de George R. R. Martin, sabe que ele descreve ~exageradamente~ quase todos os elementos dos ambientes, roupas, personagens… mesmo sendo too much em minha opinião, ele apresenta tudo pra que o entendimento seja o máximo possível.

Imagem: Unplash.

#03-A melhora só acontece com treino

Mesmo sendo razoavelmente fácil descrever processos, a prática é o que aperfeiçoa os detalhes. Lembre-se que escrever é fácil, mas pegar o mais intimo sentimento ou ação e transformar aquilo num produto viável não é algo que se consegue na primeira tentativa. É um processo de repetição e repetição até ter a percepção necessária. Beleza?


Então, espero que esse artigo possa ter sido útil pra você. É um tema que vejo poucas pessoas falando e que pode ajudar melhor você a entender seu usuário e escrever boas histórias (seja no design ou não).

Qual a sua opinião? Fala aí nos comentários.

Um salve!

Mauri Ribeiro

Written by

Head Design na Coala Design e aspirante à UX Designer.

More From Medium

Also tagged Storytelling

Related reads

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade