O que é a iniciativa Mulheres que Escrevem?

Quem somos e o que fazemos

A Mulheres que Escrevem nasceu como uma newsletter em setembro de 2015. A ideia veio através de conversas entre duas amigas, Taís Bravo e Natasha R. Silva, ao perceberem que muitas de suas angústias e inseguranças, relacionadas à escrita, não eram um problema individual, mas uma consequência de discursos e estruturas sociais construídas ao longo de séculos de opressão.

Assim, surgiu o desejo de trazer outras mulheres que se dedicam ao ofício da escrita para essa conversa. Aos poucos, conseguimos construir um espaço de segurança e mobilização para descobrir e debater novas possibilidades de produção cultural e literária, focadas na escrita de mulheres.

Com o tempo, surgiu a necessidade de expandir, criando também uma página no Facebook e perfis no Twitter e no Instagram. Depois de muitos sonhos e alguns ensaios, decidimos ser a hora de nossas conversas ultrapassarem os limites virtuais. Já não nos bastava o espaço virtual. Foi assim que nasceram as ideias dos ciclos de encontros e eventos abertos, que nos ajudam a estar mais perto de pessoas que desejamos alcançar e conhecer outras mulheres que escrevem.

Apesar de nossas já corriqueiras inseguranças, esses encontros proporcionam exatamente o que esperávamos: trocas inspiradoras, laços mais fortalecidos e a determinação para seguirmos juntas. A nossa intenção continua a mesma desde o início: queremos que a iniciativa Mulheres que Escrevem contribua cada vez mais para a profissionalização e a publicação de escritoras.

Resumindo: a Mulheres que Escrevem é uma iniciativa liderada por uma equipe de quatro mulheres e hoje conta com dezenas de colaboradoras convidadas ao longo destes dois anos. Nosso principal trabalho é realizar curadoria, divulgação e edição de conteúdo produzido por mulheres, além de realizar encontros que debatam a presença feminina no universo da escrita.

Agora que você já conhece melhor a iniciativa, que tal saber quem somos nós?

Taís Bravo é escritora e tradutora em formação. Autora do livro digital “Todos os meus (ex) heróis são machistas” e coautora da zine “possível” (publicada pela Alpaca Press). É uma das fundadoras da revista Capitolina. Alguns de seus trabalhos podem ser lidos em veículos como Garupa, Subversa, Diversos afins e Escamandro. Atualmente, cursa Letras na UFRJ. É uma das criadoras e editoras de conteúdo da Mulheres que Escrevem


Natasha R. Silva é jornalista e escritora. Formada em Jornalismo pela UFRJ e mestre pela Escuela de Periodismo UAM-EL PAÍS, atualmente é freelancer com base em Madri. É uma das criadoras e editoras de conteúdo da Mulheres que Escrevem.


Estela Rosa é escritora, poeta e tradutora. Formada em Letras pela UFRJ, trabalha como redatora e analista de mídias sociais. Já colaborou para a Revista Ovelha, participou da Revista Parêntesis, escamandro, Oceânica, e teve seus poemas publicados pela editora Luna Parque na Revista Grampo Canoa #3. Em 2017, seu poema Os figos ganhou o segundo lugar no Prêmio OFF FLIP de Literatura. Estela Rosa integra a equipe da Mulheres que Escrevem como curadora de novas colaborações, projetos e eventos.


Seane Melo é jornalista, escritora e doutoranda em Comunicação pela Universidade Federal Fluminense. Autora do livro digital Ao vivo em Goiânia: quatro contos de patroa, trabalha com literatura erótica na internet desde 2015 e colabora para a Mulheres que Escrevem desde 2016. Em 2018, passou a fazer parte da equipe. Ministrou, juntamente com outros autores, a oficina Escritas Eróticas do Sesc SP em 2018, possui textos publicados nas revistas Zumbido e Originais Reprovados e, atualmente, trabalha em seu primeiro romance.


Quero colaborar com a Mulheres que Escrevem. É possível?

Para nós, o primeiro passo é conhecer melhor nossa iniciativa, ler os textos das atuais colaboradoras e se familiarizar com o tipo de conteúdo que costumamos divulgar. Já que buscamos ser uma rede de escrita e afetos, acreditamos que esta é a melhor maneira de entender de fato nossa proposta e se sua escrita se alinha a ela. Para nós, é importante priorizar sempre nosso principal objetivo: consumir, divulgar e fortalecer a rede de mulheres escritoras.

Atualmente estamos apenas trabalhando com curadoria, então não recebemos textos para publicação. Caso você queira mais informações ou propor algum projeto em parceria, entre em contato com o email mulheresquescrevem@gmail.com. Vamos curtir muito seguir expandindo nossa rede!