Sobre uma série que assisti: Inhumanos (eps.: 1, 2 e 3) Quem são? Onde vivem? Vale apena assistir?

Polêmico poster promocional.

Como falei na análise sobre The Gifted essa nova série da abc já vinha carregada de críticas antes mesmo de sua estreia, desde a divulgação de um poster promocional mostrando os seus protagonistas, ninguém havia gostado da aparência cafona dos personagens e principalmente o cabelo da Medusa. As coisas só pioraram depois que enfim Marvels’s Inhumanos teve sua estilosa estreia em imax nos cinemas com seus dois primeiros episódios, quando então a crítica caiu matando.

Mas antes de mais nada vamos descobrir quem são os Inumanos da Marvel. E ainda o porquê da série de tv ter sido tão criticada.

Surgimento:

Criados por Jack Kirby e Stan Lee, os Inumanos apareceram na marvel pela primeira vez na época das HQs do Quarteto Fantástico na edição #45 de dezembro de 1945, como diversos outros heróis da franquia.

Sobre a origem:

A bilhões de anos duas raças galáticas estavam em guerra, os Skrulls (creio que futuramente veremos eles no cinema) e os Kree. Esses últimos montaram uma base no planeta Uranos da nossa constelação, um ponto estratégico para a guerra, e descobriram que na Terra seres Celestiais (como o pai do Peter Quill, o Senhor das Estrelas, em Guardiões da Galáxia Volume 2) haviam criado os humanos como experimento genético (homo sapiens), então visando um exército para sua guerra e até mesmo um meio de avanço evolutivo para si mesmos os Kree infundiram mutações genéticas nesses seres dando origem aos inumanos. Ou seja, os inumanos e humanos são raças que tiveram o mesmo ancestral primitivo.

Onde vivem:

Nas HQs eles vivem isolados em Attilan, uma cidade flutuante que pode se movimentar e “estacionar” onde eles desejarem (obviamente eles evoluíram tecnologicamente bem mais rápido que nós). Mas na série de tv essa cidade fica em uma base camuflada e protegida de humanos (e seus robôzinhos bisbilhoteiros) na zona “respirável” da lua (?). Eles vivem ainda sob o regime de monarquia submetendo-se à família real (aparentemente sem sobrenome). Além disso sua sociedade é rigorosamente dividida em castas sem a possibilidade de nenhuma ascensão social. Depois de expostos à Névoa Terrígena (processo conhecido como Terrigênese) utilizando o cristal terrígeno, em um ritual de passagem que todos devem fazer, eles se submetem a uma espécie de mutação onde então, à merce da sorte, eles adquirem seus poderes inumanos, muitas vezes ocorrendo também uma mutação física (e as vezes deformidades também). É então essa mutação que define seu lugar na sociedade, onde depois de inserido em certa casta deverá permanecer até o resto de seus dias.

E finalmente, quem são:

Raio Negro caladão.

Raio Negro (interpretado por Anson Mount — Hell on Whells)

Rei da família real em Attilan, sendo um dos mais poderosos inumanos que existem. Ele absorve constantemente elétrons do ambiente ao seu redor e com um único sussurro é capaz de os disparar em formato de rajadas supersônicas potentes o suficiente para destruir um prédio inteiro. Agora imagine se ele gritar? Seus pais o modificaram desde a fase embrionária para ser superior aos outros inumanos resultando assim nesses incríveis poderes adquiridos depois da terrigênese. Fato esse que o impossibilita de emitir qualquer som, o mínimo que seja. Para se comunicar ele usa telepatia com sua esposa. Além disso nas HQs ele também possui força e resistência acima do normal e libera rajadas sônicas pelas anteninhas na sua testa. Na série ele utiliza uma espécie de linguagem de sinais paras se comunicar com Medusa que age como sua interlocutora.

A Rainha de Attilan.

Medusa (interpretada por Serinda Swan — Graceland)

A rainha da família real ela possui cabelos super resistentes (mais fortes que aço) que se movem à merce de sua vontade (fio por fio!), e servem tanto para atacar um ou mais inimigos, como também para se defender.

Maximus um louco pelo poder.

Maximus (interpretado por Iwan Rheon — Game of Thrones)

O maior vilão dos Inumanos e também irmão do rei Raio Negro possui uma mente brilhante e uma grande ambição pelo poder. Na série ele não possui poderes (pelo menos não até então) sendo apenas um humano comum, mas nas hqs possui a habilidade de controle mental. Tamanha genialidade somados aos seus poderes resultam numa certa instabilidade mental, fazendo-o ser conhecido como O Louco.

Crystal, apenas mais uma adolescente?

Crystal (interpretada por Isabelle Cornish — Puberty Blues)

Outra inumana poderosíssima semelhante inclusive à tempestade dos x-men (na verdade parece que todos os inumanos são apenas mutantes não é mesmo?) Irmã de Medusa e princesa de Attilan ela é uma elemental que pode manipular os quatro elementos da natureza (água, ar, terra e fogo), seu poder é representado na série de maneira bem simplificada e menos potente.

Karnak, um monge porradeiro que teve seus poderes diminuídos.

Karnak (Ken Leung — Lost)

Primo do rei e o único a não passar pela terrigênese devido ao apelo dos pais ao rei da época em consequência do que o ritual fez ao seu irmão Triton. Mas isso não o deixa atrás dos outros pois depois de um duro treinamento como monge ele adquiriu a capacidade de ver a fraqueza de qualquer estrutura (humana ou não), encontrando sempre seu ponto vulnerável. E claro força e resistência sobre-humana. A série de tv nos apresenta suas habilidades de uma maneira bem interessante, ainda que em determinados momentos os roteiristas e diretores pareçam esquecesse dela.

Triton o sumido!

Triton (Mike Moh — Empire)

Irmão de Karnak que foi transformado em uma espécie de kappa (ser folclórico japonês) depois de exposto à névoa terrígena deixando-o incapaz de sobreviver longe de um ambiente aquático (deve ser difícil achar isso na lua). Ele é capaz de nadar em super velocidade, aguentar a pressão da profundidade do oceano (na lua?), força e resistência sobre humanas (nenhuma novidade). Esse carinha desaparece e até então não foi achado ainda!

Gorgon e sua capacidade de trocar de pés sem nos mostrar como fez isso!

Gorgon (Eme Ikwuakor — Extant)

Primo do Raio Negro e Medusa e guarda-costas do rei. Ele possui pés de touro, como um minotauro apenas do joelho pra baixo, que lhes garante a habilidade de criar ondas sísmicas poderosas apenas ao bater os cascos na terra. Pelo menos a super força desse é maior que os demais, ainda que mais concentrada nas pernas. Na série ele parece “calçar” pés humanos vez por outra sem nunca mostrar como ou quando.

Dentinho com anteninhas ou sem continua super carismático!

Dentinho (criado totalmente em CGI).

O cão mascote carismático da equipe, e enorme, que possui a habilidade de se teletransportar para qualquer lugar levando consigo quem estiver junto. Ele é usado e abusado pela família real como meio de teletransporte favorito.

Sobre a série de tv:

Enfim vamos focar agora na série de tv e suas principais diferenças com a hq, e o motivo de a crítica não ter gostado nada dessa adaptação. Ou seja a partir daqui o texto conterá spoilers dos episódios que saíram até agora (1,2 e 3), apesar de que texto acima também tenha uma certa quantidade de informações que se encaixem nesse quesito.

Ronan (vilão em Guardiões das Galáxias) “Eu também sou Kree”

Inicialmente Marvel Inhumanos tinha entrado no catálogo de filmes da marvel por volta de três anos atrás, mas depois desistiram do projeto e a apresentaram como série pela abc, a casa de Marvel’s Agents of S.H.I.E.L.D. Onde então muita gente teve seu primeiro contato com esses seres. Inclusive onde nos foi apresentado pela primeira vez (pelo menos pra mim) os famosos Kree das hqs. MI tem até tem um gancho perfeito com MAOS por começar com vários inumanos surgindo na terra, depois do evento que espalhou cristais terrígenos nos oceanos afetando diversos humanos com propensão a se tornarem inumanos em MAOS. Afinal, as séries e filmes da marvel supostamente tem seu universo compartilhado (mesmo nunca vendo nenhum dos super heróis dos filmes passando sequer de relance nas séries e vice-versa).

Os produtores da série associados à rede de imax lançaram os dois primeiros episódio nos cinemas, como disse, inclusive por aqui em algumas cidades, mas o alarde não serviu para esconder os seus grandes problemas. A abertura foi fantástica mostrando todo o poder do imax, me fazendo acreditar que estava diante de um Game of Thrones dos super heróis com cenas claras e bem abertas. A cena inicial mostra a caçada a uma inumana recém descoberta e auxiliada logo após por Triton, mas basta abrirem a boca para nos mostrar a péssima interpretação dos atores, o mesmo que sinto quando algum personagem que gosto em GOT morre. Estranhei até a lente de contato dela, mas achei realmente que isso seria o de menos. SQN.

O primeiro episódio serve para nos apresentar Attilan, num belo plano em cenas bem limpas, e os membros da família real. Temos uma amostra do ritual de passagem dos inumanos com a terrigênese e como funciona essa sociedade tão desigual. Entendemos por fim os planos do vilão Maximus, que por ser humano, se sente inferior e desde criança almeja o poder do irmão para poder governar seu reino de uma maneira aparentemente mais justa. Este considera o irmão pacifico demais. Vítimas de um golpe de estado, que já vinha se desenrolando desde o sumiço de Triton no começo do episódio, parte da família real é enviada para a Terra onde precisam se encontrar e impedir que os planos de Maximus se concluam antes que a Terra sofra uma invasão inumana da lua.

Do que gostei:

Attilan é de fato muito bonita, parecendo ser uma estrutura inteiramente de mármore escuro, pois deve ter sido construída com material da lua. O modo como os poderes inumanos são mostrados é bem competente, como o criticado cabelo da Medusa por exemplo, apesar de achar que eles poderiam ter feito mais, e os poderes do monge Karnak.

Maximus rouba a cena em todos os episódios nos fazendo pensar se a sua motivação é mesmo pelos menos favorecidos, ou apenas ganância pelo poder. E o cão gigantesco Dentinho é bem simpático, mas creio que poderiam ter explorado mais suas cenas, afinal ele é bem fofo.

Do que não gostei:

O maior problema da série não são nos efeitos especiais, que poderiam ser superiores pelo menos nos episódios que foram lançados em imax. Nem mesmo na iluminação que não favorece as cenas de suspense ou aquelas mais pesadas, pois me parece que pela quantidade superior de pixels ficou faltando aquela escuridão que dá todo um clima para cenas mais sombrias. E nem mesmo para os planos super abertos, por conta do imax, onde não temos cenas focadas nos personagens para dar aquele clima de tensão.

O grande problema da série está nas péssimas interpretações e nos diálogos pobres que ela nos apresenta. O modo rápido e conveniente que a trama se desenrola apenas para não furar o roteiro tirando toda uma tensão que certas tomadas poderiam ter. A falta de carisma dos protagonistas, em especial o Raio Negro que por ser mudo deveria mostrar uma gama de expressões para nos passar emoção, mas tudo que consegue é parecer estar eternamente em uma careta com a boca fechada. Ainda sobre o cabelo da Medusa, que de todos os mocinhos têm em sua interprete uma melhor atuação, ele funciona muito bem, porém de longe parece ser o cabelo que chegou a derrotar o Homem de Ferro nas Hqs perdendo fácil para uma simples máquina de cortar (ou a máquina era mais poderosa que o homem de ferro, ou de longe esse cabelo era mais forte que aço). Crystal mais parece uma adolescente mimada e sem noção de seus incríveis poderes, a atriz tem diversos diálogos mas ainda prefiro o Raio Negro mudo à ela que parece estar sempre perdida com sua personagem. Karnak nitidamente tem seus poderes diminuídos na Terra (como mostrado no episódio 3) pois acaba caindo de uma escalada sem perceber que se sustentou em um ponto fraco e Gorgon, enviado à Terra para procurar Triton, prefere morrer afogado do que perceber que sua voz não se propaga abaixo do nível do mar. Detalhe que ele procura um ser que sobrevive apenas em baixo d’água, te pergunto quem estaria mais protegido no mar?

Esse sim é um cabelo de aço, o da série tá mais para Carolina Dieckmann em Laços de Família.

Quem achou que Marvel Inhumans seria uma série digna de Emmy se decepcionou bastante com suas fracas atuações, roteiro pobre, efeitos simples, super heróis fracos (se comparados à hq) e nada carismáticos. Segundo rumores a série se encerará com seus oito episódios sem voltar para uma segunda temporada (cancelada antes de ir ao ar). Continuarei assistindo pois gosto bastante de séries de super-heróis, e pode ser ainda que Inumanos surpreenda até o fim de sua temporada, mas pelo gosto dos primeiros episódios ainda prefiro os inumanos de Marvel’s Agent of S.H.I.E.L.D.!

Vamos torcer para melhorar nos próximos episódios!

Lembrando que essa é apenas minha opinião! Conte a sua nos comentários e me diga do que gostou e do que não gostou!

Para mais criticas e opiniões sobre filmes, série e etc siga o ~> Sobre um…

Like what you read? Give Renato Nascimento a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.