O guia definitivo sobre o Medium

“O Medium se tornou um lugar para troca de ideias, onde pensadores, criadores e pessoas com histórias para contar encontram seu público, emocionam pessoas e nos incentivam a seguir em frente” — Ev Williams

Bem-vindo ao Medium, um local de histórias pessoais, ideias inovadoras e perspectivas singulares — onde pessoas influentes e notórias publicam, interagem e envolvem sem filtros editoriais.

As pessoas abrem o Medium diariamente porque ele entrega um conteúdo inteligente de modo confiável, e elas escrevem para compartilhar ideias e histórias através de ferramentas que permitem a criação de publicações belas e sem intervenções, além de terem à disposição mecanismos dinâmicos para responder e reagir. No Medium, você está publicando diretamente em uma rede de leitores, escritores, negócios e formadores de opinião apaixonados e envolventes.

Estamos muito felizes por você ter decidido se juntar a nós. Esse guia passo a passo vem com diversas dicas para ajudá-lo a tirar o máximo de proveito da sua experiência com o Medium e para garantir que suas histórias tenham a melhor aparência e desempenho possíveis.


Passo 1: Inscreva-se

Inscreva-se no Medium usando seu login do Twitter ou Facebook, sua conta Google ou seu endereço de e-mail.

Independentemente da escolha, conecte suas contas do Twitter e do Facebook após a inscrição. O Medium extrai seus dados sociais, assim, qualquer um que esteja seguindo você no Twitter e já possua uma conta no Medium será, de modo automático, um seguidor no Medium. O mesmo vale para o Facebook (apesar do Medium só conseguir fazer a ligação com perfis pessoais, e não com páginas). Assim você já terá uma audiência logo que completar a inscrição.

Configure sua página de perfil — que você pode acessar clicando no avatar no topo direito e, em seguida, em “Seu perfil” — com essas duas dicas em mente:


  1. Use seu nome verdadeiro como “nome de exibição” em seu perfil. Isso ajuda os leitores a realizarem buscas mais efetivas por suas histórias. Seu nome de usuário do Medium será o mesmo usado no Twitter caso você tenha se inscrito usando o Twitter, mas você poderá editá-lo.
  2. Escreva uma biografia descritiva. Abaixo do seu nome em seu perfil no Medium há um espaço para uma biografia curta. Novamente, caso tenha se inscrito com o Twitter, nosso sistema irá usar a biografia usada na rede social para preencher esse espaço. Edite sua biografia para descrever a si mesmo e as coisas que gosta de publicar, já que todas essas informações são integradas à indexação da busca. Isso ajuda os usuários do Medium a achá-lo quando procurarem algo para ler.

Passo 2: Escreva uma história

Clique no botão “Escrever uma história” no topo direito da página inicial para abrir um rascunho em branco ou clique em “Escrever aqui…” no topo central da página inicial para começar a escrever em uma janela de rascunho lá mesmo.

Seja no topo direito ou no central, comece logo a escrever!

Você pode escrever diretamente no site, colar um texto que você já escreveu ou importar uma parte de qualquer lugar da web clicando em seu avatar no topo direito e, em seguida, em “Importar história”. Seu rascunho será salvo automaticamente conforme você o escreve, e ficará acessível — isso vale para qualquer rascunho — ao clicar no seu avatar no canto direito da página e, em seguida, selecionar “Rascunhos”.

Ao começar a escrever, você notará um sinal de mais (+) na margem esquerda. Clicando nele, a barra de ferramentas de incorporação é mostrada:

Use-a para incluir qualquer coisa que não seja texto em sua história.

As opções permitem que você incorpore: um arquivo de imagem; um vídeo do YouTube, Vimeo ou qualquer outra coisa da web; um item genérico de alguma das fontes suportadas pelo Medium, como Spotify ou Soundcloud para áudio e Twitter e Instagram para tuíte ou postagem; um separador (a imagem dos três pontos entre as seções dessa postagem) para indicar uma pausa ou quebra de linha.

Quando começar a editar, você perceberá uma outra barra que aparece ao selecionar uma parte do seu próprio texto no modo rascunho. Essa é a barra de ferramentas de texto:

Essa barra de ferramentas permite: deixar o texto em negrito, itálico ou com um hiperlink; formatar o texto como título, subtítulo, citações longas e citações curtas; deixar uma anotação em seu próprio rascunho.

Ao ativá-la enquanto formata o título da sua história, você verá as mesmas opções, mas seu subtítulo será formatado de maneira diferente. Ao ativá-la selecionando o começo de um novo parágrafo, você terá a opção de começar com uma letra capitular.

Quer saber a opinião de amigos e colegas de confiança sobre sua história antes de colocá-la no ar? Clique em “Compartilhar” no canto do topo direito e copie e cole o link gerado para enviar por e-mail. Quer mencionar outro usuário do Medium em sua história? Digite o símbolo “@” seguido do nome do usuário do Medium e o nome ficará verde e clicável, criando um link para o perfil dele no Medium (aqui, por exemplo, eu menciono a mim mesmo: Leandro Demori).


Passo 2,5: Cuide da aparência

Muitas das histórias com bom desempenho no Medium acabam sendo aquelas que não estão apenas bem escritas como também aquelas que aproveitam ao máximo o que todas as ferramentas de escrita têm a oferecer. Escrever um título e um subtítulo bem pensados; adicionar imagens e conjuntos de imagens cativantes e em alta qualidade; alternar a formatação do texto e imagens com citações curtas, conjuntos de imagens e letras capitulares; utilizar links e incorporações. Todos esses são passos simples que significam muito. O Medium foi construído tendo a simplicidade como base, por isso não fique assustado por ter que tirar alguns minutos a mais para fazer sua postagem brilhar na página. Essa postagem sobre formatação irá ajudá-lo a começar, e essas dicas e truques do Gabriel Reynard vão elevar seu nível para o de um especialista.

Quer ter certeza de que uma imagem sempre irá acompanhar sua postagem quando ela aparecer em sua conta do Medium, Facebook e Twitter? O Medium puxa, automaticamente, a primeira imagem em sua história para essa pré-visualização, mas trocá-la por outra imagem da sua postagem é fácil. Clique na imagem que deseja que seja mostrada (fazendo com que ela fique com uma borda verde) e aperte Command + Option + 8. A borda ficará vermelha.

Imagens de destaque fazem com que uma história seja muito mais chamativa em meio a tantas.

O Medium é uma plataforma do tipo “O Que Você Vê é o Que Você Obtém”, por isso certifique-se de que a postagem está de acordo com o que você espera. É exatamente assim que os usuários do Medium vão vê-la assim que você apertar “Publicar”. Como seu nome e avatar vão aparecer na postagem, também não há necessidade de escrever uma linha falando sobre quem a escreveu.


Passo 3: Publique

Alarme falso! Antes de colocar sua postagem no ar, ainda há algumas opções.

Se você clicar no botão “…” no topo direito, verá um menu suspenso. Ao clicar em “Customizar título/subtítulo”, você poderá editar o título e o subtítulo que serão mostrados no Medium e ao compartilhar seu texto — enquanto o título e subtítulo no texto em si permanece o mesmo. Se você gosta do título que usou na postagem, pode pular esse passo, mas se quiser algo mais chamativo para as redes sociais, por exemplo, com essa funcionalidade você poderá alterá-lo.

Você possui a opção de agendar uma postagem, publicar em privado ou reservar direitos clicando na seta suspensa que diz “Publicar”, clicando, em seguida, em “agendamento/visibilidade/licença”. Publicar algo como “não listado” fará com que sua postagem vá ao ar no Medium, mas ela ficará visível e pesquisável apenas para aqueles com quem você compartilhou a URL. Ela não aparecerá em seu perfil ou no fluxo de histórias de seus seguidores. Além disso, seus seguidores não serão notificados da publicação. Caso deseje tornar a postagem pública depois, você pode, mas seus seguidores não serão notificados da nova história.

O menu também permite adicionar marcadores (tags) à sua história. Marcadores são as palavras-chave ou tópicos que você crê que melhor descrevem sua postagem. Usá-los não apenas permite que sua história possa ser encontrada por assunto como também a coloca junto a outras histórias com o mesmo tema para uma melhor organização. Recomendamos que use a maior diversidade possível na combinação de marcadores — alguns gerais (como “tecnologia”) e alguns específicos (como “segurança na internet”) — para ajudar sua postagem a atingir uma audiência variada. Certifique-se de usar todos os cinco! E se você conectou o Twitter e Facebook, o menu permite que você compartilhe nas redes sociais diretamente pela postagem.

Quando estiver pronto, clique em “Publicar história”. Se você escolheu a opção pública, sua postagem vai aparecer nas páginas iniciais e newsletters de seus seguidores. Para que a maior quantidade de pessoas leia, evite publicar nos finais de semana (a maioria das pessoas não está usando o computador nesses dias). Contanto que a postagem seja feita durante a semana, o horário da publicação não importa.


Passo 4: Promova

Medium combina as facilidades da publicação feita por conta própria com os efeitos das redes de uma plataforma social. O Medium amplifica a divulgação, o que significa que as postagens são vistas mais vezes e por um maior período de tempo do que seriam se fossem publicadas em outros lugares. Parte disso está na própria plataforma, o que torna as coisas mais fáceis. Mas a outra parte está em suas mãos.

Do mesmo jeito que aconteceria com qualquer coisa que você escrevesse na web, suas postagens no Medium também precisam de carinho da sua parte. Certifique-se de usar outros canais sociais para divulgar sua história. Tuíte! Compartilhe no Facebook! Coloque uma foto sua no Instagram apontando para sua história em seu iPad! Faça tudo que normalmente faria para mostrar a seus seguidores que você publicou algo incrível.

O Medium oferece um jeito ótimo e fácil de tuitar uma parte da sua história, mesmo que ela seja maior do que 140 caracteres. É chamado de lançamento de texto, e um tuíte desse tipo resulta em um envolvimento de 2 a 5 vezes maior do que um tuíte normal. Experimente!


Passo 5: Envolva

Há uma série de possibilidades para gerar envolvimento com seus leitores e membros da sua comunidade no Medium — e geralmente observamos que um maior envolvimento dos autores gera um maior retorno dos leitores.

Medium possui três métodos primários de envolvimento:

  • Respostas: são postagens no Medium que trazem reações, respostas, elaboram sobre ou acrescentam a uma história. Diferente de um comentário, uma resposta tem sua própria URL e só fica visível automaticamente se você a recomendar (mais sobre isso abaixo) ou se leitores clicarem na parte inferior da sua história para que ela seja mostrada manualmente. Se alguém enviar uma resposta em alguma de suas histórias, você será notificado por e-mail que uma resposta foi publicada. Respostas ficam localizadas nos perfis de seus autores e no final da postagem a que elas respondem.
  • Recomendações: trata-se do botão de ❤ verde no final de uma história, a versão do Medium de um retuíte. Quando alguém recomenda sua história no Medium, ela é enviada para todos os seguidores dessa pessoa, aparecendo nas páginas iniciais e newsletters personalizadas deles. Recomendações determinam a cauda longa de uma história no Medium ao espalhar a história por diferentes redes na internet.
  • Highlighting: as marcações. É uma ferramenta que permite realçar linhas específicas de uma história selecionando com o cursor e clicando no ícone da caneta. Você poderá ver todos os realces de sua história, mas leitores vão ver apenas os realces feitos por pessoas que eles seguem.

Recomendações, respostas e marcações são reações a sua história, e você também pode fazer o mesmo em postagens de criadores ou publicações (mais sobre isso no final da postagem) nas quais você deseja ser visto ou participar. Siga leitores que se envolvem com você e siga seus novos seguidores de volta. Entenda mais como montar sua dieta de leitura no Medium: aqui.


Passo 6: Sinta-se em casa

Encontre seus amigos e faça do Medium algo seu. Siga usuários, marcadores e publicações que são do seu interesse — ou quem você deseja que se interesse por você (novamente, você saberá mais sobre publicações abaixo). Recomende postagens que você gosta para que possamos mostrar mais delas a você. Familiarize-se com o fluxo de conteúdo oferecido a você pelo Medium para entender melhor como seu próprio trabalho irá parecer aos olhos dos seus seguidores.

Confira o desempenho de suas histórias clicando em seu avatar no canto do topo direito e, em seguida, clicando em “Estatísticas” (stats).

  • No topo da sua página, você verá um gráfico que mostra as visualizações, leituras e recomendações de todas as suas histórias combinadas nos últimos 30 dias. Veja períodos antigos clicando no link “30 Dias Anteriores” e passe o mouse em cima daquela data para ver os números daquele dia.
  • Role o gráfico para baixo para ver estatísticas de histórias individuais, e as organize por visualizações, leituras, recomendações ou taxa de leitura — o percentual de usuários que lê suas histórias comparado aos que apenas clicaram nela (por exemplo: uma taxa de leitura de 30% significa que 30% de todos os usuários que viram a história também leram até o final). Clique no título de uma história individual para ver um gráfico diário daquela história apenas.
  • Clique em “Referências” embaixo do título da história em sua página de estatísticas para ver de onde na web seu tráfego foi gerado. Clique na listagem twitter.com para ver todos os tuítes que fazem link com sua história e dê um favorito ou retuíte aos seus fãs para manter a interação.
Leia tudo o que há sobre estatísticas aqui.

Informação extra: Publicações

Se você está publicando bastante conteúdo a respeito de um único tópico, quer publicar junto com outros escritores de maneira coesa ou quer construir presença como uma empresa ou marca, escreva uma publicação no Medium.

Sterling Medium publica Google News Lab, Malala Fund e Bright.

Uma publicação é um espaço customizável com sua marca onde apenas escritores convidados podem publicar — e onde vários escritores podem publicar sob uma única figura (entenda aqui). Como editor de uma publicação, você possui controle total sobre quando e o que é publicado, além de ter acesso total às estatísticas da publicação. Leia mais sobre publicações aqui. Leia também mais sobre como adequá-las às suas necessidades aqui.

Você pode ser convidado para se juntar ou contribuir em uma postagem de uma publicação existente. Isso significa que um editor daquela publicação viu você ou seu trabalho e desejar incluí-lo na publicação. Se você concordar com a solicitação de história para publicação, a história ficará tanto naquela publicação como em sua página de perfil, sendo que seu nome aparecerá primeiro e o nome da publicação depois.

Texto do autor Álisson Coelho, na Trendr.

Abaixo listamos algumas coisas para levar em consideração ao decidir se aceita ou não a solicitação de história de uma publicação.

  • Se você concordar em publicar seu texto em uma publicação, a publicação terá o direito de editar seu texto.
  • Uma história pode estar apenas em uma publicação por vez. Por isso, se você aceitar uma solicitação de história de uma publicação, mas quiser incluir a mesma história em outra publicação depois, você precisará remover a história da publicação original antes de adicioná-la à nova.
  • Há diferentes tipos de publicações no Medium, então tenha certeza de que a publicação solicitando sua história combina com sua marca. Por exemplo: você está escrevendo sobre tecnologia, então talvez não faça sentido estar na Trendr, uma publicação (ainda que uma bela publicação) sobre cultura geral. Mas se você está escrevendo um romance e recebe uma solicitação de história de uma publicação como a Cabine Literária, faria mais sentido cogitar incluir seu texto nela.

Se você não tem certeza se quer que seu trabalho seja adicionado a um lugar em particular, converse com seu contato no Medium.


Apareça sempre!

Não hesite em entrar em contato com dúvidas e opiniões. Estamos aqui para ajudá-lo a ter uma ótima experiência com o Medium.