Retrospectiva Nama: por que nunca vamos esquecer 2017

A Nama une as inteligências humana e artificial para resolver comunicações complexas, acompanhe aqui a nossa marcante trajetória em 2017.


Dê o play para ouvir o texto

Com tendências que já vinham despontando no ano anterior, em 2017 a inteligência artificial se consolidou em diversas vertentes. Para a Nama, a visibilidade do tópico foi essencial para continuar desenvolvendo nossa missão de criar conexões emocionais entre pessoas e o que há de melhor dessa tecnologia.

Desde a fundação da Nama, em 2014, quando éramos apenas duas pessoas trabalhando em um porão, já apostávamos no conceito de assistentes virtuais inteligentes, capazes de entender linguagem natural.

Mais tarde, em 2016, ficamos impressionados com a relevância que os chatbots tomaram — interesse que se consolidou em 2017. Foi aí que percebemos também como a comunidade nacional é engajada em debater essa questão, e isso nos levou a passar mais de duas horas falando de chatbots e a capacidade dessa interface conversacional em aumentar o engajamento de clientes e atingir diferentes camadas da população.

Interesse em relação a inteligência artificial em 2017 (azul) e em 2016 (vermelho), segundo dados do Google Trends.

O começo: plantar para colher

Narrar o que foi esse ano para a Nama nos transporta diretamente ao Campus São Paulo. Embora nossa história no número 70 da Rua Coronel Oscar Porto tenha começado em 2016, quando fomos selecionados para participar da primeira turma de residentes do espaço, tivemos a certeza de que nosso esforço valeu a pena quando fomos eleitos para permanecer por lá compondo a segunda turma de residentes.

Esquerda: primeira sede da Nama em 2015, no porão da casa do Rodrigo. Direita: time no começo de 2017 já no Campus São Paulo.

Poder fazer parte de um ambiente inspirador, que estimula o empreendedorismo e promove a troca de experiências, foi essencial para a nossa formação e o crescimento. Além dos profissionais que pudemos conhecer, estivemos presentes em eventos importantes que aconteceram ali, como o LARA, uma premiação financeira do Google aos pesquisadores latino-americanos da área de Ciência da Computação, onde participamos ativamente de uma mesa-redonda.

Rodrigo Scotti (ponta esquerda) e outros participantes durante o LARA | Foto: Paulo Liebert

André Barrence, Head of Campus São Paulo, Rodrigo Scotti e Fabio Coelho, Presidente do Google Brasil. Foto: Paulo Liebert Fotografia e Multimidia

Também foi nesse mesmo endereço que, em abril, organizamos um evento que sempre terá um lugar especial no rol de conquistas da Nama. Promovemos o encontro “Inteligência artificial para facilitar a vida dos cidadãos”, onde recebemos parceiros do Governo do Estado de São Paulo, com a presença do governador paulista Geraldo Alckmin, do Google Brasil, incluindo o presidente Fábio Coelho, e de importantes startups para discutir IA e seu potencial na melhoraria da vida das pessoas. O vídeo completo dessa apresentação está disponível abaixo:

Minoru Beppu e Leo Baptista demonstram ao vivo do Poupinha e do Nama Desk. Foto: Paulo Liebert Fotografia e Multimidia

Na ocasião, além de lançarmos a versão beta da plataforma Nama, comemoramos os primeiros resultados positivos com o atendente virtual do Poupatempo. Conhecido como Poupinha, esse é um dos maiores casos de negócios da Nama justamente pela dimensão inesperada que atingiu em tão pouco tempo.

Na última contagem, em dezembro de 2017, a plataforma de atendimento gerou mais de 3,6 milhões de conversas, totalizando cerca de 70 milhões de mensagens trocadas mensalmente por usuários que driblaram a burocracia e venceram filas ao usar o Poupinha para fazer agendamento de serviços do Poupatempo. Um dos marcos da plataforma foi ter recebido “Deus abençoe” como forma de agradecimento por 22% dos usuários.

O Poupinha resulta em uma economia mensal de 1,5 milhão por mês.

O Poupinha foi resultado da participação da Nama no PitchGov, um programa do Governo do Estado de São Paulo que que reúne empreendedores para criarem soluções inovadoras e tecnológicas que auxiliem na gestão pública.

Ainda, participamos de uma série de eventos que nos permitiu disseminar e debater conceitos sobre chatbots, inteligência artificial e machine learning. Alguns deles foram: Feira do Empreendedor do Sebrae, 9ª edição do Open Innovation Week, Demo Day e 7ª edição do Congresso E-Commerce Brasil.

E em meio disso tudo, o nosso CEO e fundador Rodrigo Scotti foi eleito pela Forbes na lista 30 Under 30 que reúne os 30 empreendedores do mundo, com menos de 30 anos, que estão fazendo a diferença com negócios na comunidade.

Forbes Brasil — edição número 49 — março 2017

A estruturação

Para a Nama, a metade do ano foi marcada por um período de introspecção, voltado para estruturar o crescimento sustentável da empresa e de nossa cultura. Paralelamente a essa reflexão, começamos a colher bons resultados e reconhecimentos do nosso trabalho, o que alavancou novas oportunidades de negócios e nos permite agora apresentar números que nos motivam:

· Tivemos mais de 23 novos clientes em questão de nove meses.

· A Nama saiu em mais de 190 matérias online, concedeu 29 entrevistas e participou de mais de 14 eventos em 2017.

· Até outubro de 2017, a Nama captou R$ 1,4 milhões em investimento para sua tecnologia.

E, no meio disso tudo, deixamos de ser 11 pessoas para praticamente dobrar nossa equipe em menos de um ano. Hoje somos um time em crescimento que conta com 20 profissionais. Ao longo do ano, novos talentos desembarcaram nas áreas de design, comercial, operações, marketing e desenvolvimento. Com isso conseguimos formar um time multidisciplinar, que mistura conhecimentos de comunicação, pesquisa, inteligência de mercado, design de serviços e linguística.

Também promovemos uma restruturação da nossa metodologia de trabalho ao estabelecer novos paradigmas na forma com que executamos as tarefas. Delineamos uma rotina baseada em ferramentas de gestão e organização, facilitando o fluxo e a comunicação da equipe. A consequência é que geramos mais eficácia no desenvolvimento de nossos produtos e melhores resultados para nossos clientes.

NamaCamp: a busca por outras conexões

Quatro dias em que nossa equipe reabasteceu as energias em contato com a natureza

Em 2017, organizamos o primeiro NamaCamp, que foi a viagem do time da Nama para Monte Verde, em Minas Gerais, durante quatro dias.

Deixamos o skyline caótico de São Paulo em busca de outras conexões, com a natureza, com nós mesmos e com a nossa equipe. Em outro cenário, em meio ao verde, sem telas e código-fonte, pudemos criar vínculos entre nós que não teria acontecido dentro do escritório. Descarregamos e recarregamos a energia para seguir inspirados e com muito mais fôlego na nossa missão.

Os motivos finais para abrirmos as comemorações antes da virada

E no últimos meses de 2017, fomos selecionados para o programa canadense de empreendedorismo de tecnologia Creative Destruction Lab (CDL), da Rotman School of Management, da Universidade de Toronto, que destaca startups focadas no desenvolvimento de tecnologia capaz de mudar a realidade.

Bennett Bullock, diretor de Inteligência Artificial da Nama, Rodrigo Scotti e Justin Trudeau, primeiro-ministro do Canadá.

Esse mesmo evento levou a Nama a participar do Machine Learning and the Market for Intelligence, uma conferência do CDL que é referência em machine learning. Nesse espaço, tivemos a oportunidade de apresentar nosso produto pessoalmente ao Primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau. Depois desse evento, Scotti ainda concedeu uma entrevista internacional para um dos participantes do evento, que pode ser lida na íntegra aqui.

Agradecimentos finais

E claro, não poderíamos terminar o ano sem fazer os agradecimentos ao Campus São Paulo pelo acolhimento nessas duas temporadas em que pudemos usufruir da infraestrutura, fazer networking, gerar oportunidades de negócios e conhecer gente interessante e talentosa. Essa parceria não só nos ajudou a ganhar dimensão como empresa, mas também a viver momentos e experiências que sempre vão fazer parte da Nama.

Aos parceiros e clientes pela confiança no nosso trabalho e por terem topado, ao lado da Nama, apostar em soluções que transformam a relação entre pessoas e IA

Ao Nama Team pelo empenho e talento, pelas trocas, pela parceria em momentos especiais e pelas horas intermináveis de dedicação em prol de um sonho que não é só da Nama ou de seus fundadores, mas de todos que participam dessa jornada.

Tudo isso que aconteceu em 2017 só nos faz acreditar que estamos trilhando um caminho com muitos amigos e parceiros que compartilham de nossa visão para simplificar a vida das pessoas conectando-as emocionalmente com o melhor da inteligência artificial.

🙏 Obrigado, 2017!


Acompanhe o Nama Team nas Redes Sociais:

💻 Facebook 🐤 Twitter 📈 LinkedIn 📷 Instagram 🎬 YouTube 🤖 Website

👨‍💻 Be a Nama Guest Writer 👩‍💻