Ações de diversidade no Olist: o que fizemos em 2020 e o que esperar para 2021

team olist
Jan 12 · 7 min read

Por Rhayana Souza, Analista de Comunicação no olist

O ano de 2019 foi marcado pela criação do Diversifica, nosso comitê de diversidade (veja aqui como ele surgiu). Em 2020 o comitê completou seu primeiro ano e tirou muitos projetos do papel, levando o olist a estar entre as 5 empresas do ano na categoria Diversidade e Inclusão pelo prêmio da Endeavor.

Foram 10 eventos ao vivo, 1 treinamento específico para o time de líderes, 4 artigos no Medium, 2 pesquisas de diversidade e incontáveis mensagens de impacto no Slack, nossa ferramenta de comunicação interna. Veja abaixo um resumo de tudo o que rolou!

Janeiro: tolerância religiosa

21 de janeiro é o Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa e o Diversifica aproveitou a data para inaugurar a agenda de eventos 2020 com uma mesa-redonda sobre o tema. Quatro olisters de crenças diferentes toparam dividir com a galera um pouco sobre suas convicções. Foi um bate-papo rico de conhecimento e respeito! Saiba mais.

Março: sororidade

Nas redes sociais, fizemos um post em nosso Linkedin sobre sororidade para comemorar o Dia Internacional da Mulher, em 8 de março. No Instagram, criamos uma corrente de sororidade nos Stories, em que olisters postaram uma foto marcando mulheres do time que elas admiravam. Começamos a corrente marcando as 5 mulheres que estão há mais tempo no time.

No dia 16 de março tivemos um papo facilitado pela Rafize Santos, filósofa e mentora de carreiras para mulheres, sobre o tema sororidade.

Também criamos um card virtual e impresso para que todas as pessoas do nosso time pudessem reconhecer as mulheres incríveis que trabalham aqui!

Abril: trabalho remoto

Dia 29 de abril aconteceu o papo “dores e amores do home office”, uma roda de conversa organizada pelos comitês Diversifica e Coolist (comitê de clima e cultura) para trazer pontos de vista diferentes sobre o home office. Tem quem ame, tem quem odeie, mas a verdade é que com a pandemia todo mundo precisou conviver com essa nova realidade.

Junho: racismo e LGBTQI+

Em meio aos protestos de Black Lives Matter nos EUA e vários relatos de racismo vindo à tona na mídia, no Brasil e no exterior, convidamos o nosso time a compartilhar conteúdos educativos sobre racismo no início de junho. Foram tantas dicas de livros, vídeos, séries e filmes que decidimos reunir todo o conteúdo em nosso blog. Confira as dicas no artigo Mais de 50 conteúdos para aprender sobre racismo.

Como junho também é considerado o Mês do Orgulho LGBTQI+, nosso comitê de diversidade organizou uma série de ações sobre o tema ao longo do mês. Confira tudo o que fizemos no artigo as ações que fizemos Ações do Diversifica para o Mês do Orgulho LGBTQI+.

Julho: machismo

Entre as várias ações para educar e conscientizar olisters sobre machismo, fechamos o mês com o talk “O que você NÃO acha que é machismo, mas é!”. Confira no artigo Ações do Diversifica para falar sobre Machismo todas as ações feitas pelo comitê ao longo do mês, dicas de conteúdos para aprender sobre o tema e aproveite para assistir à gravação do bate-papo, que foi conduzido pela especialista Giselle Camargo.

Printscreen do talk sobre machismo

Agosto: maternidade e paternidade

Dia 21 de agosto o Diversifica organizou um talk sobre os desafios da maternidade e paternidade em tempos de quarentena e o que mães e pais podem fazer para criar filhos pensando em um mundo com mais respeito às diferenças.

Setembro: machismo e saúde mental

Dia 15 de setembro a Tayná Leite, pesquisadora, especialista em Diversidade e Inclusão e consultora na ONU Mulheres, ministrou um workshop sobre Machismo e Vieses Inconscientes para nosso time de líderes, formado por 45 pessoas na época. A proposta foi conscientizar líderes sobre atitudes machistas que temos ou presenciamos e acabamos não identificando, pois em nosso viés inconsciente consideramos aquilo como “normal”.

No mesmo mês o Diversifica, junto com a CIPA, o time de People e o Coolist, divulgou uma série de conteúdos informativos com dicas para melhorar o humor e cuidar da nossa saúde mental. Dia 18 de setembro recebemos Andressa Nunes e Dehbora Scoralich, ambas trabalham com Terapia Cognitivo Comportamental, para uma conversa sobre saúde mental, a relação entre emoções e sentimentos e a importância do autoconhecimento e autocuidado, principalmente no cenário atual.

Outubro: PcD, gordofobia e pressão estética

Em outubro compartilhamos vários ensinamentos sobre gordofobia e pressão estética e como a mídia influencia a sociedade nesses aspectos. No dia 23 do mês tivemos uma mesa-redonda com pessoas diversas falando de diferentes vertentes da pressão estética: biotipo, cor de pele, tipo de cabelo etc.

Ainda em outubro lançamos uma pesquisa para entender com maior profundidade quais são as experiências e expectativas de PcDs no mercado de trabalho. Com os dados coletados, estamos construindo um plano para inclusão de pessoas com qualquer tipo de deficiência. Saiba mais.

Palestrantes da mesa-redonda sobre Pressão Estética e Gordofobia. O evento foi mediado pelos olisters Anna Patricia (Analista de Pré-Vendas) e Lucas Balmant (Analista de Dados) com as convidadas Bianca Reis (fundadora da F.A.T), Josi Helena (do Insta @negravaidosa), Larissa Santana (transição capilar) e Lary Lemons (dona Insta LaryIlustra).

Novembro: consciência negra

Dia 24 de novembro recebemos Anna Cristina Almeida (da página @orgulho.afro no Instagram) e Josilene Bispo em um bate-papo mediado por um olister negro do nosso time. No encontro, os participantes abordaram a história e o contexto que impediram a ascenção do povo negro no Brasil e ao redor do mundo, além de analisarem os cenários atuais da nossa sociedade e aspectos específicos como o mercado de trabalho.

Na imagem os participante da mesa-redonda: Marlos Andrews (analista de treinamento no olist e mediador do bate-papo), Jocilene Bispo (pesquisadora do tema “combate do racismo e sexismo na literatura brasileira”) e Anna Almeida (pesquisadora de história e cultura afro-brasileira).

Dezembro: PcD

Dia 04 de dezembro aconteceu o talk sobre pessoas com deficiência. No evento, os olisters Mayara Petersen e Marcos Moraes junto com os convidados João Miron e Roger Hernandes compartilharam suas experiências e discutiram o papel da sociedade na inclusão de pessoas com deficiência, especialmente no mercado de trabalho.

O que esperar para 2021

Neste novo ano o Diversifica vai continuar levando informação relevante ao time, promovendo rodas de conversa e divulgando conteúdo educativo. Além do que já vem sendo feito, o comitê e a área de People vão atuar principalmente em cima destes 7 pilares:

  • Mão na massa: como ajudar o time a colocar os aprendizados em prática? Esse é um dos principais desafios do comitê de diversidade para 2021. Queremos ir além da roda de conversa e promover ações práticas a cada tema que abordarmos.
  • Cartilha de Diversidade: estamos elaborando um guia de educação básica com explicações didáticas e expressões preconceituosas que são populares mas devem cair em desuso. Esse material será entregue no onboarding de novos olisters junto com o Manifesto Olist pela Diversidade, que já faz parte do kit de boas-vindas.
  • Canal de denúncias: em 2021 vamos implementar um canal para denúncias anônimas, assim, criamos um ambiente seguro para que as pessoas sintam-se à vontade para relatar qualquer caso de preconceito ou assédio que por ventura aconteça na empresa. Com isso, poderemos atuar assertivamente nas situações que não são toleradas por nós, seguindo na evolução de uma empresa cada vez mais segura e com relações baseadas no respeito.
  • Time mais diverso: a cada ano avançamos em nossos dados demográficos de diversidade. A população de pardos e pretos no time, por exemplo, subiu de 11% em junho de 2019 para 17% em novembro de 2020. Para 2021 temos como foco aumentar nosso quadro principalmente em três frentes: 1) diversidade racial, contratando mais pessoas pardas e pretas; 2) contratar e incluir mais pessoas com deficiência; 3) aumentar o número de mulheres ocupando cargos de gestão.
  • Treinamentos para a gestão: a meta é levar pelo menos um treinamento por trimestre para o time de líderes. Uma gestão bem informada é peça-chave para uma empresa segura e livre de preconceitos.
  • Onboarding de líderes: no onboarding de novos líderes do olist vamos incluir uma etapa sobre a importância de construir times mais diversos, assim já trabalhamos com a conscientização da liderança desde a primeira semana na empresa.

Gostou? Se você também valoriza empresas com iniciativas de diversidade, junte-se ao #teamOlist na missão de empoderar o comércio! Veja nossas oportunidades abertas e candidate-se em olist.gupy.io. Quem sabe você também entra para o Diversifica no futuro? ;)

olist

Empowering #teamOlist to empower commerce.

olist

Bastidores da cultura e processos de trabalho do #teamOlist.

team olist

Written by

Olisters que fazem acontecer o futuro do comércio. 💙

olist

Bastidores da cultura e processos de trabalho do #teamOlist.